13 Reasons Why | “Acho que não estamos vendo a mesma série”, diz ator sobre polêmica


O ator de 13 Reasons Why, Christian Navarro, defendeu a série em entrevista à revista People.

“Acho que não estamos assistindo ao mesmo programa”, disse o ator, referindo-se às alegações de que a série pode ser prejudicial para os espectadores que enfrentam ou tem propensão à depressão e ao suicídio.

“Quando estávamos trabalhando na série, havia um monte de especialistas em saúde mental no set, o tempo todo. Nossos produtores foram muito diligentes em ter certeza de que o tom adotado seria inclusivo e útil, em vez de prejudicial”, declarou o ator, que faz o personagem Tony Padilla.

“Eu acho que sempre vai haver alguma controvérsia. Respeito a opinião deles (dos pais que fazem críticas negativas), especialmente quando se trata de proteger seus filhos. Contudo, eu acho que eles deveriam ouvir seus filhos. Esse tipo de coisa está acontecendo neste momento, em todo o mundo, nas escolas”.

A forma como o suicídio é retratado em 13 Reasons Why gerou reações controversas, de grande repercussão. De um lado, críticos e entidades de saúde mental alegam que a série é irresponsável e pode disparar gatilhos emocionais em pessoas que têm propensão ou já enfrentam transtornos mentais relacionados a depressão. As críticas não se devem ao fato da série abordar o suicídio, mas supostamente à maneira como o problema foi abordado.

13 Reasons Why | “Quero ver alguém dar um soco na cara do Bryce” diz produtor da série

De outro lado, os defensores da série argumentam que o tema não pode ser tabu, deve ser conversado e debatido, para que mais pessoas compreendam e busquem ajuda, e dizem que a narrativa foi construída com a ajuda e aval de especialistas em saúde mental.

Os 13 Porquês | Você sabe onde Tony errou com Hannah?