5 Livros para a sua sexta-feita 13


“Nunca passe por debaixo de uma escada e torça para não cruzar com um gato preto isso e várias outras coisas podem te dar azar numa sexta-feira treze”. Isso foi o que eu cresci escutando das pessoas ao meu redor, e vocês? Acreditam nisso?

blog13

A verdade é que há quem acredite nas superstições e há quem não acredite. No entanto, ler um bom livro de terror e viver a tradição não faz mal a ninguém e todo mundo se diverte (um azar não tão azar assim). Por isso, selecionamos 5 livros que podem divertir ou simplesmente amedrontar você nesse dia.

Sexta-feira 13

capture-20170102-185837

Há quem prefira ver um bom filme, mas há quem prefira fazer uma boa leitura para diferenciar. Portanto, se você gosta de fazer diferente leia SEXTA-FEIRA 13, livro publicado pela Editora DarkSide, que irá revelar segredos sobre o mito chamado Jason, o que você ainda não sabe sobre ele e sobre a produção do filme que é um clássico do terror.

UM MITO IMPOSSÍVEL DE MATAR

“Você conhece o homem atrás da máscara de hóquei. Há 35 anos, Jason Voorhees é sinônimo de terror. A lenda do assassino foi recontada inúmeras vezes em cinemas poeira, aparelhos de VHS ou em reprises nas madrugadas da TV. Ícone supremo dos slasher films (vá dizer isso pessoalmente para Leatherface, Freddy Kruegger ou Chucky!), Jason tem um currículo imbatível no número de vítimas: 146, desde a última contagem do portal Rotten Tomatoes. Aposto que você sabe tudo sobre ele. Será?”

Jantar Secreto – Raphael Montes

jantar-secreto-raphael-montes

Que tal um jantar secreto hoje ao cair da noite? O autor Raphael Montes já fez esse convite desde o mês passado, quando o livro foi publicado pela Companhia das Letras. Esse livro é um verdadeiro terror e traz alimentos peculiares para o seu jantar. Um bom pedido para esse dia, você não acha?

“Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.”

Joyland – Stephen King

joyland-stephen-king-suma-de-letras

Você realmente acha que Stephen King não iria comparecer a essa lista dessa noite especial? Logo ele, o rei do terror?

“Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer. Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria. O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.”

 O Sorriso da Hiena – Gustavo Ávila

8d76db_ad2e6fdd4e564db0ba0fa838566e76bc

Sucesso da literatura nacional, publicado de forma independente, O Sorriso da Hiena fez tanto sucesso, que a Editora Verus irá publicar o livro em 2017 e a Rede Globo comprou os direitos autorais.

“Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitável psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém, a proposta feita pelo misterioso David coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral.
Para saber se é uma pessoa má por ter presenciado o brutal assassinato dos seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a dele, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma na vida delas.
Até onde ele será capaz de ir? É possível justificar o mal quando há a intenção de fazer o bem?”

A Menina Submersa – Caitlín R. Kiernan

a-menina-submersa-edicao-colecionado

A Menina Submersa é um belo de um error psicológico, que traz fantasmas de pessoas e traz os traumas da vida como fantasmas também.

A Menina Submersa: Memórias é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013.

O trabalho cuidadoso de Caitlín R. Kiernan é nos guiar pela mente de sua personagem India Morgan Phelps, ou Imp, uma menina que tem nos livros os grandes companheiros na luta contra seu histórico genético esquizofrênico e paranoico. Filha e neta de mulheres que buscaram o suicídio como única alternativa, Imp começa a escrever um livro de memórias para tentar reconstruir seus pensamentos e lutar contra o que seria “a maldição da família Phelps”, além de buscar suas lembranças sobre a inusitada Eva Canning, sua relação com a namorada e consigo mesma, que evoca em muitos momentos a atmosfera de filmes como Azul é a Cor mais Quente (Palma de Ouro em Cannes, 2013) e Almas Gêmeas (1994), de Peter Jackson.

Façam uma boa leitura e cuidado com os pesadelos desta noite.