A Cura | Crítica


O novo suspense do diretor Gore Verbinski, A Cura (A Cure for Wellness) chega aos cinemas do país nesta próxima quinta-feira (16), para quem não sabe, Verbinski é responsável por um dos maiores clássicos do gênero terror/suspense, “O Chamado” (2002). Além disto, ele dirigiu também a trilogia de “Piratas do Caribe” e levou o Oscar de Melhor Animação por “Rango” (2011).

A trama do filme gira em torno de um jovem executivo ambicioso (Dane Dehaan) que é enviado a um “centro de tratamento do bem-estar”, localizado nos Alpes Suíços, para resgatar o CEO de sua empresa e trazê-lo de volta a Nova York. Com o ar de mistério, ele logo suspeita que aquele lugar não seja o que aparentar ser. E pior, existe algo de muito macabro acontecendo ali.

Inicialmente, existe a ideia de uma “cura” para tratar uma doença que aflige os ricos e ambiciosos das classes privilegiadas, que buscam no centro de tratamento a última esperança, a cura, como ressalta o antagonista do filme: “Há uma doença dentro de nós. E só quando sabemos o que nos atormenta podemos descobrir uma cura.”.

O longa segue cada vez mais sinistro, e quando Lockhart (Dane Dehaan) parece estar perto de desvendar os segredos do local, a sua sanidade é posta a prova, sem saída, ele passa a vivenciar as experiências do centro.

A fotografia é muito exuberante, as cenas são bonitas e agradáveis, e tudo remete aos centros de reabilitação de luxo, tudo é muito glamoroso, acredito que seja para contrastar com as bizarrices que acontecem nos bastidores. Impossível não se lembrar da Ilha do Medo (2010) de Martin Scorsese, ambos os filmes carregam uma atmosfera de clausura e pavor.

Porém, a história não empolga e o filme fica com algumas lacunas, muito das cenas de tensão não chegam a lugar algum e cria uma frustração. Uma pena, pois, A Cura poderia ter sido uma daquelas reflexões aos atuais padrões sociais, ao consumismo e a ambição humana desenfreada. Tudo isso com uma pitada de suspense e terror.

 

 

 

Título original: A Cure for Wellness.

Elenco: Dane Dehaan, Jason Isaacs, Mia Goth, Celia Imrie, Adrien Schiller, Lisa Banes.

Ano: 2017
Duração: 146min.

Direção: Gore Verbinski.

Roteiro: Justin Haythe.

Gênero: Suspense.

 

[yasr_multiset setid=0]