A Grande Muralha | Crítica


´A Grande Muralha’ conseguiu ganhar a atenção do público mesmo antes das suas primeiras imagens serem divulgadas, em seu trailer já se percebia a beleza em um universo imaginado para encantar povos muito além da muralha.

Uma prova do domínio visual de um cineasta caracterizado precisamente pela sua capacidade de criar a beleza em suas tomadas. Esse é um dos talentos do chinês Zhang Yimou. Na tela podemos ver uma explosão de ação entrelaçada com momentos de precisão coreográfica sem perder de vista seus personagens.

Como seus outros filmes, nesse longa personagens femininas têm enorme relevância. Ao contrário das convenções sociais chinesas, aqui ele faz questão de torna-las figuras empoderadas.

Em ‘A Grande Muralha’, um filme com o qual Yimou completa três décadas como cineasta, a mulher em destaque é a comandante Lin Mei, interpretada pela famosa atriz Tian Jing, uma lutadora especialista, que desde a infância foi treinada para proteger a grande muralha da china, que dá título ao filme.  Em comparação com alguns de seus filmes, aqui os personagens de Yimou sofrem da falta de profundidade, embora haja tentativas claras de justificar as suas motivações na história. Pelo menos esse é o caso de seus personagens principais: a já mencionado Lin e William Garin (Matt Damon), este último um mercenário que chegou à China com a intenção de roubar o valioso pó preto com seu parceiro Mas Tovar (Pedro Pascal). No entanto, eles são capturados, mas antes encontram uma estranha criatura que acaba morrendo ao enfrentar a dupla de amigos. Logo eles descobrem que a criatura é um taotie, monstro que aparece em bandos direto de uma montanha verde a cada 60 anos. Esses animais assustadores devastam tudo o que veem pela frente.

Percebe-se que Yimou se mostra confortável dirigindo essa fantasia tingida de ação épica. O filme Imprime uma paleta impressionante de cores e obtém algumas sequências de ação espetaculares. Além disso, enfatiza as tradições chinesas, como em um cena de funeral  onde o céu é iluminado por balões.

As criaturas criadas por computação gráfica lembram os animais fantásticos de Jk Rowling, mas não convencem com realismo, talvez ainda precisasse de mais uma renderização.

Mas isso não é problema para Yimou, que tem em seu currículo filmes como ‘Hero’, um dos longas de referência de sua carreira. No entanto, ele tem sido acusado de estar encabeçando o início de um relacionamento fílmico entre a China e os Estados Unidos.

Na verdade, esse foi considerado o filme mais caro do cinema chinês, e Hollywood parece começar a querer apostar nesse tipo de co-produção.  ‘A Grande Muralha’ é uma história épica espetacular, mas, precisa melhorar muito para ficar à altura do ultimo trabalho do cineasta chinês Zhang Yimou.

Data de lançamento 23 de fevereiro de 2017 (1h 44min)
Direção: Yimou Zhang
Elenco: Matt Damon, Jing Tian, Pedro Pascal mais
Gêneros Aventura, Histórico, Fantasia
Nacionalidade Eua
[yasr_overall_rating size=”medium”]