Amor Por Direito | Crítica


Amor Por Direito’ chega as telonas para mostrar a batalha de Laurel Hester (Julianne Moore), uma detetive renomada de New Jersey que após descobrir o pouco tempo de vida que lhe resta, tenta transferir uma pensão para sua namorada Andree (Ellen Page) justamente em um difícil momento, ainda muito antes da igualdade no casamento ser lei. Esse se trata de um drama obediente, inspirado em acontecimentos reais que está totalmente em sintonia com o trabalho de conscientização nos EUA hoje!

RTEmagicC_amor_por_direito_reduzido.jpg

Como vemos, no filme temos algumas grandes estrelas do cinema,  o que pode explicar como ele foi feito, mas a dramatização dessa causa célebre talvez não faça dele um filme para os críticos de cinema.

No argumento, essa luta torna-se um sucesso comercial, que garante total atenção da imprensa. Como resultado disso, alguns políticos ficam em uma difícil situação, onde se encontram pressionados e cautelosos sobre suas crenças e opiniões anti-gays.

A história de Hester, adaptada aqui pelas mãos do roteirista Ron Nyswaner, foi vista primeiro nas tela através do documentário ‘Freeheld’, de Cynthia Wade em 2007, o projeto chegou inclusive a ganhar um Oscar.

Dirigido por Peter Sollet, o filme flui como lágrimas, e Julianne Moore nos entrega uma interpretação perfeita, toda a sua força inicial se converte em debilitação muito real e impressionante, enquanto Ellen Page, como a parceira Andree, também com veracidade, implora por tratamento decente e simples justiça.

alx_entretenimento-filme-amor-por-direito-20160418-02_original

O filme não faz questão de fugir dos clichês, e a sua base nem permite isso, mas somos agraciados e surpreendidos por um improvável Steve Carell, que interpreta o ativista gay extravagante e agressivo Steven Goldstein. Sua participação é tão agradável e conveniente que poderia coloca-lo na linha para concorrer a prêmios no final do ano.

‘Amor Por Direito’ tem um olhar de televisão concreto que funcionou no cinema. A luta de Hester não pareceu tão árdua quanto na vida real, mas seu objetivo de convencer os políticos de que os gays são como todos os outros é mostrado com clareza, “luta pela igualdade”. Este drama agiu com firmeza, é solido e divertido, sem dúvida é uma boa pedida para quem gosta do gênero.

 Veja o trailer:

Elenco: Julianne Moore – Laurel Hester, Michael Shannon – Dane Wells, Steve Carell – Steven Goldstein, Ellen Page – Stacie Andree, Luke Grimes – Todd Belkin, Josh Charles – Bryan Kelder, Mary Birdsong – Carol Andree
Direção: Peter Sollett
Gênero: Romance/Drama
Duração: 103 min.
Distribuidora: Paris Filmes
Estreia: 21 de Abril de 2016

[yasr_overall_rating size=”medium”]