Animais Fantásticos | Nova sequência tem produção adiada


De acordo com informações divulgadas pelo Deadline, a Warner Bros. decidiu adiar o início das filmagens do novo filme da saga Animais Fantásticos. Anteriormente previstos para terem início em julho deste ano, os trabalhos agora só devem começar no fim de novembro.

O motivo seria que, a partir da decisão, haveria mais tempo para a pré-produção da terceira parte do spin-off de Harry Potter, que já deveria estar em andamento caso o cronograma anterior fosse mantido. O atraso, no entanto, pode afetar a estreia do longa, que estava prevista para novembro de 2020, assim como seus antecessores. Ainda assim, os atores estariam sendo informados sobre a decisão para que possam rearranjar suas agendas e participar da sequência.

Katherine Waterston e Eddie Redmayne em cena de “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”

Outro motivo poderia ser a fraca recepção tida por Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, que estreou no último dia 15 de novembro no Brasil. Até o momento, o filme arrecadou cerca de 650 milhões de dólares ao redor do mundo e a história, escrita por J.K. Rowling, em sua segunda experiência como roteirista, não agradou a crítica especializada e nem mesmo os fãs, que a julgaram confusa e arrastada. O adiamento poderia implicar em um replanejamento para o futuro da saga.

Os Crimes de Grindelwald é a continuação de Animais Fantásticos e Onde Habitam, que estreou em 2016 trazendo as aventuras do magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) que, por acidente, acabava soltando criaturas mágicas por uma Nova York dos anos 1920. Ao final do filme, além de recapturar suas criaturas, Newt também ajudava a prender Gerardo Grindelwald (Johnny Depp), o temido bruxo das trevas que causou terror antes dos tempos de Lorde Voldemort, em Harry Potter, até ser derrotado por Alvo Dumbledore (Jude Law) e mandado para a prisão de Nurmengard, fortaleza criada pelo próprio para encarcerar seus inimigos.

Johnny Depp é Gerardo Grindelwald: escalação gerou polêmica entre os fãs após caso de violência doméstica

A sequência, por sua vez, trouxe Grindelwald fugindo da prisão e indo atrás de Creedence Barebone (Ezra Miller), um jovem adotado, que no primeiro filme revelou-se um obscurus, uma criatura surgida em crianças bruxas que têm sua mágica reprimida, e que deseja conhecer a sua verdadeira identidade. Grindelwald deseja recrutá-lo para o seu time de seguidores enquanto Newt, por sua vez, tem a tarefa de encontrar o garoto e protegê-lo do vilão. Diferente do primeiro filme, a trama agora se passa entre Londres e Paris.

O novo longa já vinha sendo duramente criticado antes mesmo de estrear, pela decisão de manter Johnny Depp no papel do vilão após o ator ser acusado de agressão pela sua ex-esposa, Amber Heard, em maio de 2016. Diversos grupos de fãs promoveram boicotes ao filme, o que pode ter tido resultado na bilheteria, atualmente a pior entre os filmes do universo de Harry Potter.