Anjos da Noite – Guerras de Sangue | Crítica


Selene (Kate Beckinsale) é uma guerreira vampira que luta para acabar com a guerra eterna entre os lobisomens (Lycan) sanguinários e a facção de vampiros que a traiu. Agora ambos os lados querem usar o sangue dela e de sua filha para conseguir criar híbridos de vampiros e lobisomens.

anjos-da-noite-guerras-de-sangue
Com roteiro de Cory Goodman (que parece se identificar com temas como bruxas e vampiros, como em seus recentes “O último caçador de bruxa” e “O padre“). Temos aqui mais continuação de Anjos da Noite, já é o 5° filme e um aviso importante é que, caso queiram assistir, assistam os filmes anteriores ou revisem a história de alguma forma. O filme perde um pouco nisso, o último episódio que vimos foi em 2012 e só quem é muito fã para lembrar de toda a história (eu sinceramente já não lembrava). Encontramos então a história no ponto de partida do último filme e o desenvolvimento deste não é muito diferente do que vimos nos outros. Traições. reviravoltas, brigas, diálogos sofríveis, etc. A fórmula que funcionou muito bem nos dois primeiros filmes, principalmente, não funciona mais. O público já sabe o que esperar daquele mundo e de suas relações, é como contar sempre a mesma história de formas diferentes. Contudo é inegável que este avança a mitologia da série e abre caminho para novas sequências.

content_pic

A direção ficou a cargo da alemã Anna Foerster. E não há grandes diferenças entre o trabalho feito por ela e pelos outros diretores. A série sofre com um orçamento baixo, e isso é visível na montagem e, principalmente, nos efeitos especiais. Os dois pecam muito, e atrapalham a verossimilidade do filme. Os efeitos são regulares a ruins e a montagem não passa a impressão que se espera, sendo tudo muito menor do que supõe-se. Há algumas incongruências nas falas, diálogos ruins e atitudes que são sem sentido. O que parece é que houve muita interferência na produção, pois há mudanças bruscas no meio da história. Este é um filme em tons escuros, não há cores. Então fujam da opção 3D, ele deixa o filme mais escuro e não oferece nenhuma cena em que esse recurso valha a pena.

filmes_10632_anjos15

Quanto ao elenco, Kate Beckinsale volta a vampira Selene. E ela se mostra muito a vontade, ela já sabe como conduzir o personagem. Admirável é a sua aparência, depois de 13 anos do primeiro filme ela parece não ter envelhecido. Charles Dance, um ator espetacular que põe peso no seu personagem e sempre rouba a cena quando está em ação. Theo James, par romântico e herói genérico, faz bem seu papel dentro dessa caricatura. Tobias Menzies como Marius, o chefe dos Lycans, faz o papel de caçar Selene a todo custo, suas motivações não são muito bem exploradas. A maior vilã é a Vampira Semira, e a atriz que a interpreta, Lara Pulver, entrega uma interpretação quase perfeita, sendo esta a personagem mais interessante.

Anjos da noite é uma série de grande potencial, contudo foi sabotado por uma série de escolhas duvidosas entre outras variáveis. O que podemos lamentar é que tanta potencialidade não seja plenamente explorada. Logo teremos mais uma continuação, O filme termina com um grande gancho para o próximo, torçamos para que seja melhor.

Data de lançamento 1 de dezembro de 2016 (1h 31min)
Direção: Anna Foerster
Elenco: Kate Beckinsale, Theo James, Tobias Menzies mais
Gêneros Ação, Fantasia, Terror
Nacionalidade Eua
[yasr_overall_rating size=”medium”]