Ave, César! | Crítica


Ao sermos apresentados a Eddie Mannix (Josh Brolin), não imaginamos o quão movimentada é sua rotina de trabalho, mesmo que só por um dia, na Capitol Pictures e é isso que vemos em “Ave, César!”.

Poster Nacional de Ave, César!

Eddie trabalha em um estúdio de Hollywood que produz filmes na década de 50 e tem a difícil missão de manter tudo em ordem, seja nos filmes ou com suas estrelas, lidar com adversidades do dia a dia, manter tudo em sigilo para que as histórias não vazem para a imprensa e chegar a tempo para o jantar com sua família.

DeeAnna Moran de Ave, César!

Com roteiro, direção e produção de Joel e Ethan Coen (Bravura Indômita) e trilha sonora por Carter Burwell (Na Mira do Chefe), o longa acompanha o desenrolar do sequestro de Baird Whitlock (George Clooney), personagem principal do próximo lançamento dos estúdios Capitol, por comunistas que se denominam de “Futuro”.

Baird Whitlock de Ave, César!

O filme peca por entrelaçar diversas produções da Capitol Pictures com o longa, buscando apresentar cada um de seus personagens com os filmes dos quais são astros dentro do próprio filme, confundindo muitas vezes as cenas dos bastidores e das produções. Mas com a evolução da história, o espectador se acostuma com o fato que ora estão assistindo a interpretação de personagens das produções da Capitol Pictures, ora seus personagens na comédia dos irmãos Coen.

“Ave, César!”, também busca trazer aos cinemas um tributo aos anos dourados de Hollywood, incluindo o narrador característico que ajuda o telespectador a compreender a história do começo ao fim e a temática dos filmes em desenvolvimento nos estúdios fictícios.

Já o tom de comédia é outro ponto a ser destacado: não pecam por excesso, buscam provocar no público gargalhadas fazendo referências ao próprio enredo. O maior feito da dupla de roteiristas é trazer um filme com uma forma engraçada de se contar uma história e isso deve ser reconhecido com primazia.

Burt Gurney de Ave, César!

A surpresa do longa fica por conta do musical, protagonizado por Burt Gurney (Channing Tatum), em um dos filmes que estão sendo filmados e o quão impecável é a escolha do figurino dos personagens, especialmente das gêmeas Thora Thacker e Thessaly Thacker (Tilda Swinton), tendo suas personalidades distintas devidamente retratadas em suas vestimentas.

Elenco: George Clooney, Josh Brolin, Scarlett Johansson, Channing Tatum, Ralph Fiennes, Tilda Swinton, Jonah Hill e Frances McDormand.

Roteiro e Direção: Joel Coen e Ethan Coen.
Produção: Tim Bevan, Eric Fellner, Joel Coen e Ethan Coen.
Produção Executiva: Robert Graf.
Gênero: Comédia.
Duração: 106 m.
Estreia Nacional: 14 de abril de 2016.

[yasr_overall_rating size=”medium”]