Black Mirror | Criador da série diz que próxima temporada será ainda mais distópica


Charlie Brooker, criador da série Black Mirror disse que a quarta temporada será mais impactante que as anteriores. Em entrevista ao RadioTime, Brooker contou que a nova temporada trará contextos muito distantes da realidade. Questionado se os novos episódios fariam com que as pessoas visualizassem os enredos no cotidiano delas, ele disse que acha que dessa vez isso não deverá acontecer.

“Estranhamente, eu estava lendo uma notícia outro dia e pensei ‘como isso reflete um episódio que acabamos de filmar?’ Acho que isso responde a sua pergunta. Eu espero que não. Quando escrevo alguma coisa, não a faço acreditando que aquilo poderá se tornar realidade. Algumas delas se tornam, o que, no geral, é preocupantel. A próxima temporada está muito distante do que estamos acostumados, então eu não posso prever que as situações serão um problema. Embora, se acontecer, então o mundo está ferrado. Bem, o mundo está realmente ferrado de qualquer forma, então vamos aguardar.”

Brooker também traçou um comparativo entre o episódio “The Waldo Moment” e a eleição de Donald Trump. No capítulo da segunda temporada, vemos urso de desenho animado chamado Waldo sendo usado por uma agência para tentar chegar ao poder.

“Em nosso episódio, Waldo fica em segundo ou terceiro lugar. Mas ele não ganha. Eu estava preocupado com Donald Trump ganhar em parte por conta do número de pessoas que acreditavam que ele não tinha chance. Parecia um caso muito perigoso de pessoas descartando isso como uma possibilidade.  E eu acho que, quando eu escrevi esse episódio, estava claramente sendo influenciado por um sentimento geral que estava tomando conta daquele momento.”

Ainda não há previsão de estreia para o ano quatro. O programa já teve três temporadas e um especial de Natal, todas disponíveis no catálogo da Netflix.