Boneco do Mal | Crítica


“Boneco do Mal” é o novo filme do diretor William Brent Brell (Stay Alive, The Devil Inside), que dessa vez pegou todos os elementos típicos de qualquer filme de terror: uma casa deslumbrante e remota, uma menina inocente e desprotegida e um boneco inofensivo que se esconde atrás de uma intrigante história.

THE BOY
THE BOY

Laura Cohan (The Walking Dead) é Greta, uma garota americana que chega a uma aldeia remota, na Inglaterra, para trabalhar na casa do casal Heelshire, que por sua vez irá passar um período de férias. Greta é contratada para cuidar de seu filho, o jovem Brahms, mas logo ela percebe que há algo de errado, pois o garotinho não passa na verdade de um boneco de porcelana, que deve ser acordado, vestido, alimentado e entretido todos os dias, como parte de uma lista das atividades que ela deve seguir para conviver em paz enquanto estiverem sozinhos.

Mas como um bom filme de terror, ela decide não seguir as regras imaginando que seria uma grande palhaçada tratar um boneco como um ser humano, considerando a empreitada como suas férias remunerada.

THE BOY

A partir do momento em que a Babá deixa de cumprir as regras impostas pelos “pais” de Brahms, coisas estranhas acontecem e logicamente nos incentiva a acreditar que realmente o garoto não está nada contente com as ações dela.

Embora a premissa pareça um tanto implausível e ridícula, o diretor consegue torná-la aceitável desde o início e aproveita todos os elementos que estão lá para gerar suspense e a atmosfera sobrenatural que conta com precisão na sua primeira metade, sem terror completo.

THE BOY

A eficácia da história está sempre em risco e é sustentada por um roteiro mediano – que promete uma estranha e  surpreendente reviravolta,  mas talvez um tanto rasa, o que acaba prolongando a história a um final convencional.

Boneco do Mal” é um filme que, apesar de não ser um filme de terror, sabe em alguns momentos brilhar sobre seus pontos fortes e obter de alguma forma um filme que funciona, mas no geral não acontece como deveria.

Poster BR - Lauren Cohan + Boneco - 1080x1920px

Direção: William Brent Bell
Duração: 1h 38m
Música composta por: Bear McCreary
Roteiro: Stacey Menear
Elenco: Lauren Cohan, Rupert Evans
[yasr_overall_rating]