Bugigangue no Espaço | Crítica e Entrevista


O universo é tão vasto e tão misterioso que desperta em nós interesse, curiosidade e até mesmo alguns receios. Cientistas pesquisam, investigam e muitos já foram os avanços do homem em relação a isso, porém muito ainda permanece oculto. Uma das grandes questões é a existência de seres extraterrestres e a possibilidade de se encontrar em outros planetas condições adequadas para nós seres humanos vivermos.

Partindo desse pressuposto é mais que natural que frequentemente o cinema explore em suas histórias essa temática que consegue agradar gregos e troianos, resultando em grandes sucessos como a saga “Star Wars” de George Lucas, “Contatos Imediatos de Terceiro Grau” e “E.T. – O Extraterrestre” de Steven Spielberg, “Superman: O Filme” Richard Donner“Star Treck” de J.J. Abrams, “Alien” de Ridley Scott, “Os Guardiões da Galáxia” James Gunn, “Avatar” de James Cameron, e tantos outros que podemos recordar.

Sabendo disso e sendo um fã do gênero, o produtor e criador de animações Ale McHaddo traz agora a animação “Bugigangue no Espaço” que chega aos cinemas brasileiros nessa quinta (23/02) e nos conta a história de Gustavinho (voz de Danilo Gentili), Fefa (voz de Maisa Silva) e seus amigos travessos do clube Bugigangue.

Depois de se meterem em uma confusão e destruírem o projeto de ciências da escola, eles recebem da diretora a missão de reconstruir tudo durante o fim de semana antes da aguardada apresentação. Enquanto estão reunidos no clube tentado descobrir como fazerem isso, eles são surpreendidos pelos Invas, sete carinhas verdinhos, simpáticos e muito atrapalhados que caíram na terra depois de serem expulsos de uma grande convenção interplanetária e serem atacados pelo vilão Gana Golber, que tem como objetivo obviamente dominar o universo.

Os pequenos verdinhos recebem através de uma mensagem de sua líder a missão de deter Gana Golber e resgatar todos os outros líderes que junto dela estão refém. A garotada curiosa e ávida por novas proezas embarca nessa missão sem pestanejar.

Repleto de referências, a animação traz as participações dos famosos personagens E.T. de  “E.T. – O Extraterrestre”, o sábio Yoda de “Star Wars” e ainda o E.T. de Varginha (cidade do sul de Minas que ficou reconhecida até mesmo internacionalmente como “Terra do ET” devido às “muitas aparições” de OVNIS e até a captura de seres extraterrestres), retratado como um cowboy mineiro e o Chupa Cabra (os dois últimos que praticamente se tornaram personagens do folclore nacional).

Desta forma é seguramente uma aventura leve, inocente, divertida, com personagens cômicos e simpáticos que podem cativar adultos e crianças.

Eu estive com a Maisa e o Ale e vocês podem conferir a nossa entrevista com eles no vídeo abaixo.

Título Original: Bugigangue no Espaço

Lançamento: 23 de fevereiro

Direção:  Leonardo Cadaval, Ale McHaddo

Roteiro: Ale McHaddo

Elenco: Danilo Gentili, Maisa Silva

Gênero: Animação, aventura

Nacionalidade: Brasil

[yasr_overall_rating size=”medium”]