Nota:

ata de lançamento 21 de março de 2019 (1h 43min) Direção: Toniko Melo Elenco: Leandro Hassum, Monique Alfradique, Otávio Müller mais Gênero Comédia Nacionalidade Brasil
6.0

Quem nunca pensou em um dia mudar os rumos da sua vida, e assim alcançar novos objetivos? Acho que muitos de nós. Nem sempre é uma boa opção, mas para ’Nilo Perequê’ é uma questão de honra.

No novo filme de Toniko MeloLeandro Hassum’ aceita plenamente o desafio de dar vida a um comediante no auge da sua fama. Com um super programa de comédia, patrocinadores populares e uma carreira premiada, Nilo Perequê se vê diante de uma decisão drástica – abandonar a comédia e se transformar em um respeitado ator dramático. Pode parecer um processo simples, mas nem todos estão de acordo com essa mudança, e Perequê precisa fazer muito mais que um espetáculo de Drama para provar o seu talento.

Conhecido por ser um grande recordista de bilheteria nacional, ‘Hassum’ entrega um personagem não muito fácil de ser feito, apesar do sucesso ‘Nilo’ não está satisfeito com a visão que os demais profissionais expõem sobre os atores da comédia, e tudo fica mais difícil quando esse precisa rir até mesmo quando queria chorar.

Netflix estreia documentário sobre desaparecimento de garota de três anos

O filme também expõe um pouco do preconceito que é os bastidores da TV, onde o drama é sempre aceito como arte e a comédia apenas entretenimento barato. Tudo isso mostrado com leveza e ao mesmo tempo alfinetando diretores e atores que podem apoiar esse pensamento.

Em determinadas sequencias percebemos que os acontecimentos se desenrolam muito rapidamente, não nos dando a oportunidade de acreditar nas dificuldades passadas pelo personagem principal, em algumas delas temos a participação de ‘Rafael Portugal’, que dá vida ao inimigo numero 1 de Nilo Perequê. Portugal é genial em cena, mas parece reciclar trejeitos já conhecidos de seus vídeos na internet.

A produção nacional vem mostrando seu potencial e subindo de nível a cada lançamento, isso é bem perceptível nos aspectos de arte de ‘Chorar de Rir’, seus sets parecem bem creditáveis e isso tona a história mais digerível.

Falamos com Leandro Hassum sobre Não Se Aceitam Devoluções

‘Chorar de Rir’ talvez não lhe faça gargalhar no nível que o título sugere, algumas piadas são fracas e alguns fatos previsíveis. Mas quem sabe não consiga lhe tirar algumas lágrimas? A emoção está em cena, mesmo que discreta. Vamos ao cinema?

O Cinema Sim convocou o irreverente Edd Bala para saber mais sobre o filme que estreia no dia 21 de março, e conseguimos bater um papo maravilhoso com Leandro Hassum e Sidney Magal que também faz uma participação mágica na comédia.

Sidney Magal revela quem finalmente fará seu papel no cinema

Confira entrevista com Hassum:

Confira entrevista com Magal:

Confira também o trailer do filme:

Capitã Marvel poderia ter terminado de outra forma, veja como seria final alternativo