Como Se Tornar O Prior Aluno Da Escola | Crítica


O tempo passa e a escola sempre é tema de novas produções cinematográficas, seja ela comédia, terror ou drama, a vida estudantil é um universo inesgotável que parece não ter como deixar de lado. Sabendo disso, Danilo Gentili criou juntamente com Fabrício Bittar uma aventura eletrizante e nada convencional, mostrando passo a passo para você se tornar o pior aluno da escola.

O filme que é uma adaptação do livro de mesmo nome (também escrito por Gentili), conta a história de Bernardo (Bruno Munhoz) e Pedro (Daniel Pimentel), esses são estudantes e as únicas coisas com que precisam se preocupar é em cumprir as obrigações escolares, tirar boas notas, ter bom comportamento e principalmente cumprir as regras da escola, que tem um diretor orgulhoso chamado Ademar (Carlos Villagrán). Frustrado, Pedro encontra um diário de como provocar o caos na escola sem ser pego, o que leva os dois amigos a seguirem as dicas do caderno.

A escola de Bernardo é um modelo a ser seguido, sua política não permite qualquer tipo de violência, e os dias sem bullying são contados em uma grande placa exibida no pátio. Na busca pelo dono do caderno, os amigos passam por situações que com certeza vão gerar polêmica entre os críticos mais conservadores (principalmente em uma cena com Fábio Porchat).  Porchat interpreta um professor chamado Cristiano, que por sua vez demonstra um carinho um tanto inapropriado por seus alunos (se é que me entendem..).

O inegável, é que o longa nacional consegue entrar para a lista dos poucos bem feitos de 2017. Sua fotografia é simples, jovem e colorida, e seus cenários arrematam cada cena com bons detalhes. Já as piadas ainda ficam um pouco a desejar, o que realmente compensa são as atrapalhadas travessuras dos amigos em busca da poderosa nota 10.

No elenco, além do próprio Danilo e o interprete do Quico da série Chaves, temos outros nomes interessantes como Joana fomm e Raul Gazolla. Mas o destaque mesmo ficou com o ator Moacyr Franco que arrasou no seu papel de servente mal acabado.

Moacyr consegue imprimir um personagem sujo e hiper mal humorado, desses que não queremos ver por perto em momento algum, inclusive com muitos palavrões entre um cigarro e outro.

Bruno Munhoz e Daniel Pimentel também desempenham os seus papeis com tranquilidade, e mostram que talento muitas vezes é questão de oportunidade, já que Daniel foi encontrado via instagram e nunca tinha feito nenhum trabalho desse calibre.

´Como Se Tornar O Prior Aluno Da Escola´ não é o melhor filme do ano, mas tem potencial. Seu roteiro quase não tem buracos, mas a história poderia mostrar mais os responsáveis pelos garotos, Carlos Villagrán poderia ser legendado e Danilo Gentili poderia ficar só no roteiro (sua interpretação precisa melhorar muito). Mesmo assim vale uma assistida, pela qualidade de produção.

Data de lançamento 12 de outubro de 2017 (1h 44min)
Direção: Fabrício Bittar
Elenco: Bruno Munhoz, Daniel Pimentel, Carlos Villagrán mais
Gênero Comédia
Nacionalidade Brasil

[yasr_overall_rating size=”medium”]