Eles Só Usam Black Tie | Crítica


Com uma linguagem que se aproxima da utilizada em documentários, “Eles Só Usam Black Tie” (Necktie Youth) nos apresenta uma geração de jovens perdidos que buscam no uso abusivo de álcool e outras drogas um refúgio para as suas incertezas e medos.

O longa do Sul-Africano Sibs Shongwe-La Mer, que assina roteiro, direção e ainda atua como o protagonista Sep, é questionador, reflexivo e provocador, a medida que explora as vivências desses jovens não a procura de julgamento, de dizer o que é certo ou errado, mas a fim de desvendar para o mundo as circunstâncias comuns da realidade de um povo.

A utilização de P&B na quase totalidade do filme pode evidenciar como tudo parece ser semelhante para todos os personagens independente de onde ou com quem estejam, como se eles tivessem perdido a capacidade de agir de modo diferente ainda que internamente o quisessem fazer. E as cores quando surgem são opacas e utilizadas apenas para nos dar alguns flashs de acontecimentos passados.

É um filme que aborda pela ótica desses jovens os problemas de uma sociedade em colapso, olhando-os de frente e compartilhando-os conosco tal qual um reflexo no espelho, nos permitindo identificação e ao mesmo tempo aversão, o desejo de transformar aquelas ações paralelo à sensação de impotência e melancolia. É como assistir a fragilidade do ser humano e dos ambientes aos quais estão condicionados, a finitude da vida e do tempo presente em relação à esperança de um futuro melhor, o medo desse novo tempo nunca chegar, a incapacidade de esperar por ele e ainda todas as consequências advindas dessas questões e situações.

“Crescer é traumático, às vezes.”

Pode parecer assombroso e de fato é, contudo há uma certa beleza na forma como Sibs optou por e conseguiu retratar tudo isso na tela.

Título Original: Necktie Youth

Lançamento: 09 de março

Direção: Sibs Shongwe-La Mer

Roteiro: Sibs Shongwe-La Mer

Elenco: Sibs Shongwe-La Mer, Colleen Balchin, Kamogelo Moloi, Emma Tollman, Jonathan Young, Kelly Bates, Ricci-Lee Kalish, Giovanna Winetzki,

Gênero: Drama

Nacionalidade: África do Sul

[yasr_overall_rating size=”medium”]