Exibições gratuitas marcam a abertura do Festival Varilux de Cinema Francês em São Paulo


NO DIA 8, QUARTA-FEIRA, O PÚBLICO PODERÁ ASSISTIR AOS FILMES DA PROGRAMAÇÃO E PARTICIPAR DE DEBATES COM OS ATORES E DIRETORES NA CAPITAL PAULISTA

A programação do Festival Varilux de Cinema Francês inclui, no dia de sua estreia em São Paulo, sessões com entrada gratuita seguidas de debates com representantes dos filmes exibidos nos cinemas: Caixa Belas Artes, Cine Arte e Espaço Itaú Augusta.

A comédia “Lolo, o Filho da Minha Namorada”, de Julie Delpy, poderá ser vista na sessão as 13h30m, no Cine Arte, seguida de debate com o jovem e badalado ator Vincent Lacoste, que interpreta “Lolo”, filho mimado que vai infernizar a vida do novo namorado de sua mãe. Às 15h40m, o filme exibido será “Flórida”, de Philippe Le Guay, experiente diretor francês que conversará com o público após a sessão. A comédia dramática traz Sandrine Kiberlain e Jean Rochefort, dois ícones de gerações diferentes do cinema francês, interpretando um senhor de 80 anos e sua filha em uma viagem à Flórida.

O Caixa Belas Artes também terá duas sessões gratuitas: às 14h passa “Os Cowboys”, de Thomas Bidegain, seguida de debate com o ator Finnegan Oldifield, que faz um dos protagonistas no drama que acompanha a saga de uma família em busca da filha adolescente fugida de casa, e com suspeita de ter se convertido ao Islã e às 16h20m, o filme será “Agnus Dei”, de Anne Fontaine, com a atriz Lou de Laâge, que acaba de ganhar o prêmio Romy-Schneider, oferecido anualmente a uma atriz expoente do cinema Francês. Os mesmos filmes ganham sessões gratuitas seguidas de debates no Espaço Itaú Augusta. Às 14h será “Agnus Dei” e às 16h30m, “Os Cowboys”.

Senhas serão distribuídas ao público nas bilheterias com uma hora de antecedência de cada sessão.

Além das sessões gratuitas, haverá no Caixa Belas Artes, às 17h, o “Encontro com Roschdy Zem”, diretor de “Chocolate”, em que o ator Omar Sy (Intocáveis) interpreta o primeiro artista circense negro na França da Belle Époque. Para participar, os interessados poderão retirar as senhas na bilheteria do cinema com uma hora de antecedência.

O Festival Varilux de Cinema Francês traz, pelo sétimo ano consecutivo, produções recentes da nova safra da cinematografia francesa. Nesta edição, a programação contará com 15 filmes inéditos e um grande clássico. O festival fica em cartaz de 8 a 22 de junho, em 50 cidades brasileiras.