Harry Potter | livros da franquia foram queimados na Polônia


No último domingo, 31 de março, foi realizada uma queima de livros influenciada pela igreja católica na Polônia. Dentre as obras levadas por fiéis para serem destruídas, destacavam-se livros de J.K. Rowling, como a saga Harry Potter, e objetos relacionados ao budismo e religiões africanas. A iniciativa foi um alerta da Igreja Católica quanto às “más influências” da “magia e ocultismo”.

A ação, divulgada amplamente nas redes sociais da fundação católica SMS z Nieba, foi duramente criticada por internautas ao redor do mundo, relacionando a ação com a queima de livros ocorrida na Alemanha Nazista antes da Segunda Guerra Mundial e declarando repúdio ao ato de intolerância religiosa. Comenta-se, ainda, sobre a semelhança com Fahrenheit 451, obra de ficção científica originalmente publicada em 1953 que aborda a queima de livros.

Após repercussão negativa, as imagens foram apagadas.