James Cameron espera que as pessoas esqueçam filmes como ‘Os Vingadores’


Em seu segundo final de semana, ‘Vingadores: Ultimato‘ conseguiu ultrapassar a bilheteria total de ‘Titanic‘ (US$ 2,187 bilhões), tornando-se a 2ª maior bilheteria da história do cinema. (Fonte comicbook)

Agora, o filme está cada vez mais próximo de ultrapassar ‘Avatar‘ (US$ 2.7B), e o diretor ‘James Cameron‘ parece estar de saco cheio de filme de super-heróis.

Depois de criticar ‘Mulher-Maravilha’, chamando o filme de Patty Jenkins de um “passo para trás”, Cameron agora mirou na Marvel Studios.

Patty Jenkins responde críticas de James Cameron sobre Mulher-Maravilha

Ao Indiewire, o diretor comentou sobre a situação atual do gênero de ficção científica e aproveitou para alfinetar os ‘Vingadores’:

“Espero que as pessoas comecem a cansar de filmes como ‘Os Vingadores’ logo. Não que eu não ame os filmes, mas sejamos sinceros, existem outras histórias para contar além de homens musculosos sem famílias fazendo coisas que desafiam a morte por duas horas e destruindo cidades nesse processo”

Todo esse alvoroço do Diretor de Avatar e Titanic, poderia ser receio de ficar para trás? Claro, sabemos que ele tem o seu valor, sua importância é indiscutível, mas suas produções tem se estendido num hiato de anos até serem lançadas. Com pouco tempo de construção em comparação ao seus filmes, as produções da Marvel vem alcançando resultados colossais. Os filmes de herói também conseguiram evoluir seus argumentos independe do seguimento.

Confira nossa crítica de Vingadores: Ultimato

As adaptações dos quadrinhos estariam tomando a atenção de filmes que abordam temas mais “Importantes”?

Esses filmes vem se tornando algo palpável e forte, não somente contando historias de homens e mulheres musculosos ou deuses e seres invencíveis. Nesses 11 anos de Marvel conseguimos entender que nem todo herói é solitário, obscuro ou está acima de tudo, conseguimos absorver que amizades são mais fortes do que “joias” e famílias nem sempre são de sangue. Opinou Tiago Zabiine – editor do Cinema Sim.

 Será que “eles são inevitáveis” ? 

Confira as opiniões de alguns dos nossos leitores:

Não são apenas filmes de super heróis musculosos, deuses etc, são histórias de pessoas com amizades, famílias que nem sempre são de sangue, “dramas do cotidiano”, a grande inclusão social que muitos clamam… Então, não são só filmes heróis. Uma história bem contada sempre será um atrativo, afinal de contas histórias em quadrinhos não surgiram a 10 anos atrás, mas antes mesmo de eu e você nascermos, e o que podemos ver é que até hoje fazem sucesso. Completa o _gabriel.ribeiro.

Todos os recordes quebrados por Vingadores: Ultimato até o momento