The Breakdown

Título Original: John Wick: Chapter 3 - Parabellum Lançamento: 16 de maio de 2019 Direção: Chad Stahelski Roteiro: Derek Kolstad Gênero: Ação Elenco: Keanu Reeves, Halle Berry, Laurence Fishburne, Mark Dacascos, Asia Kate Dillon, Lance Reddick, Jason Mantzoukas, Tobias Segal, Anjelica Huston, Ian McShane Nacionalidade: EUA
7.0
Pros
Atuações, direção
Cons
Não se aprofundar um pouco mais nas histórias dos personagens

Em 2017 eu finalizei o meu texto sobre John Wick – Um novo dia para matar com: “…temos aqui muito provavelmente um sucesso de público e crítica que deverá nos render um terceiro filme muito em breve.”, e eu não estava enganada, afinal um pouco mais de 2 anos depois, o protagonista de poucas palavras e muita ação está de volta quebrando e fuzilando tudo e todos que se colocam em seu caminho em John Wick 3 – Parabellum.

O filme que deve ter exigido e muito de sua equipe, exige também de seus espectadores, pois afinal dá uma canseira em todo mundo, ter que acompanhar tanto quebra-pau na sequência, jesuis.

Caçar e ser caçado, com Jonathan a trajetória se torna sempre um jogo de gato e rato, onde sobreviver parece estar além do impossível e ao mesmo tempo, alcançável. Facas, machadinhas, vidro, balas e o que mais surgir a mão compõem o grandioso balé orquestrado por Chad Stahelski.

JOHN WICK 3 | CRÍTICA

Num tabuleiro que ganha novas peças a cada segundo – e eu não estou exagerando, pois não foi apenas o surgimento de um novo vilão – a saga John Wick se permite crescer e ganhar espaço para vigorar assim como Missão Impossível ou mesmo 007, construindo histórias a partir de outras vertentes e possibilidades, já que esse universo de um cúpula que domina tantos territórios é um buraco negro a ser mergulhado e explorado.

Assim como aqueles que surgem para servi-la ou desafiá-la.

Gosta do protagonista? Então se joga que esse momento é seu.

Não o conhece? Talvez seja bom aproveitar a onda do lançamento desse terceiro filme pra viajar nessa trajetória intensa e cheia energia.

Contudo, não posso sair daqui sem deixar um alerta.

Se você tem estômago sensível, vá com calma e prepare-se para muito sangue e cenas de violência extrema, que nem sempre são muito agradáveis de se presenciar, ainda que na ficção.

No mais é isso, apesar de não se aprofundar nas tramas e histórias desses novos personagens, e até mesmo na de John e personagens que o acompanham desde o primeiro longa, esse não deixa de ser um filme que vale a visita ao cinema.