Leitura Sim | Eudaimonia – Entrevista com o autor Allan Formigoni


Alguns livros parecem surgir diante de você exatamente no momento que você precisa deles. Eudaimonia, livro lançado em 2015 pela Editora Giostri, do escritor, travel guru and story teller na empresa Worldpackers, Allan Formigonifoi assim pra mim e é por isso que ele foi o nosso convidado dessa edição do Leitura Sim, no qual compartilhamos um pouco sobre o livro e também apresentamos a entrevista que fizemos com ele.

Foto por Aidan Formigoni

O jovem de olhar e fala serenos tem um jeito todo seu de escrever sobre as angústias e inquietações de seu tempo, e em seu primeiro livro fala sobre amizade, transformações e propósito através de seu protagonista Josh e seu grupo de amigos que contam com Andy, Pedro, Luna e o Marinheiro.

LEITURA SIM | FAZENDO ACONTECER PODCAST COM FRANCINE ESTEVÃO E NATÁLIA DORLITZ

Para nosso bate-papo, Allan me recebeu em uma ensolarada e ao mesmo tempo fria manhã de sexta, comuns na terra da garoa, no QG da Worldpackers há alguns meses, startup da qual faz parte desde 2014. Ele é seguramente uma daquelas pessoas com quem é fácil manter o diálogo aquecido por horas e seu livro, que vem carregado de referências literárias e cinematográficas reflete muito disso.

Arquivo Pessoal – Allan Formigoni e galera Worldpackers em evento da plataforma de viagens.

Allan, obrigada mais uma vez por abrir esse espaço pra gente e não abandone totalmente o jeito filosófico de escrita, pois ele agrega muito à mensagem que você comunica. Sucesso com o livro, a Worldpackers e seus projetos futuros.

LEITURA SIM | CONHEÇA O LIVRO QUE DEU ORIGEM A “ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE”

Arquivo pessoal

Abaixo deixo também um texto que escrevi para o Desde agora… na época em que li Eudaimonia pela primeira vez. Sim, eu li mais de uma vez. Duas o livro inteiro, e reli alguns trechos muitas vezes depois, inclusive na véspera da entrevista para refrescar a memória sobre algumas passagens. Tanto que o meu exemplar que compõe as duas fotos utilizadas nessa matéria já está repleto de trechos destacados com marcadores. 😀

Como um daqueles sinais que o Universo se encarrega de colocar bem diante do seu nariz no exato momento que você precisa, assim como o próprio autor menciona no livro, sinais para os quais você deve direcionar a sua atenção, assim  é Eudaimonia.

Você pode relutar, talvez por ainda não estar pronto, contudo em algum momento o que você sente vai ser  mais forte e urgente do que o que você tem se imposto. 

Essas imposições, sejam por medo, cobranças internas e externas, ou o que quer que seja que te impede, em algum momento não serão capazes de reprimir àquilo que realmente te inspira.

Longe de querer te dar uma receita, o livro na verdade expõe através da visão do narrador, exemplos de situações e conflitos pelos quais os personagens, assim como nós passam diariamente, enquanto buscam encontrar um caminho, uma harmonia entre o ser e o ter.

Com traços de humor, perspicácia e a sensibilidade de alguém que já experimentou e superou muitos dos conflitos relatados, o autor se revela e conquista com uma obra inspiradora.

O que se pode comprovar com trechos como estes:
 

“Você tem que montar uma família quando sente que está pronto pra isso. Não é um simples amontoado de pessoas com o mesmo sangue que faz de uma casa um lar.” 

“Confie na sabedoria desse Algo maior que nos envolve, embora saibamos muito pouco sobre Algo assim. Se você tem as oportunidades que tem, é simples: aproveite-as. De um jeito bem didático: o Universo não vai ficar puto por você ser grato pelo que tem. E pode ter certeza de que, ao fazer isso, você abrirá portas para muito mais pessoas do que imagina! E elas também seguirão seu exemplo, abrindo outras portas mais.”

“O ser humano tem medo de ouvir uma verdade que ele nunca poderá alcançar.”

Previous Os Incríveis 2 ganha novo trailer e pôster com muita ação
Next In Darkness | Desvende mais no trailer do longa protagonizado por Natalie Dormer

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *