Liu Yifei Estrela de Mulan cria negativa ao apoiar a polícia de Hong Kong


O posicionamento politico de uma pessoa pública que ainda está buscando acensão na mídia, pode trazer uma derrota estúpida, a situação piora quando você vive em um pais extremamente controlador como a China.

A atriz principal do live-action de Mulan atraiu muita atenção negativa para o filme recentemente e por motivos políticos. O filme está previsto para 2020 e vem sendo imensamente esperado pelo público, especialmente porque promete ser um pouco diferente do desenho. Logo, é de se esperar que todos estejam ansiosos para saber o que vem por aí. Todavia, recentemente o filme esteve na mídia por motivos negativos: um posicionamento político da atriz Liu Yifei, que interpretará a Mulan. Veja o trailer do filme:

Em uma rede social chinesa, Yifei publicou uma imagem na qual apoiava a polícia de Hong Kong, que está sendo duramente criticada por suas reações violentas aos protestos que vem acontecendo na região. Truculenta, a polícia tem usado de violência para tentar conter os manifestantes. Eles, por sua vez, estão se manifestando pela nova lei chinesa, que deseja extraditar os cidadãos de Hong Kong para serem julgados por crimes que eles cometeram em Hong Kong. A situação na região é muito tensa, porque apesar de Hong Kong ser tecnicamente território chinês, a localidade foi por muito tempo independente e, por isso, tem liberdades que a china continental não tem.

O posicionamento de Yifei gerou indignação nas mídias sociais. A hashtag #BoycottMulan (boicotem Mulan) chegou aos assuntos do momento no mundo no Twitter. A Disney ainda não se manifestou sobre o assunto, mas com certeza a repercussão para o filme foi muito ruim.