Making of mostra cena eletrizante em “Mundo Cão”


Conhecido pelos bons moços que costuma interpretar na TV, Lázaro Ramos (Madame Satã – 2002) enfrenta o desafio de viver um psicopata em “Mundo Cão”, que estreia no próximo dia 17 de março. No filme assinado pelo cineasta Marcos Jorge (O Duelo – 2015), ele interpreta Nenê (Paulinho), um ex-policial militar que prefere conviver com seus cachorros de estimação a lidar com pessoas. Em vídeo inédito, o ator conta que seu interesse pelo roteiro foi imediato. “Li em uma tarde, o que é um grande ponto positivo. Geralmente demoro para ler roteiros porque sou meio preguiçoso (risos). Ele é tão bem construído e é tão bom acompanhar essa história que fiquei interessado em participar”, afirma.

Na história temos Santana (Babu Santana – Tim Maia – 2014), um funcionário do Departamento de Combate às Zoonoses que trabalha recolhendo cachorros perigosos das ruas, na época em que a lei que proíbe o sacrifício de animais sadios ainda não havia sido sancionada. Avesso a confusões, ele leva uma rotina tranquila com sua esposa e filhos até o dia em que seu caminho se cruza com o de um rottweiler. Por um mal-entendido, o dono do cão, Nenê  se indispõe com Santana e suas atitudes vão alterar completamente a vida dele e de sua família.

Uma das cenas eletrizantes mostra o embate entre Lázaro e Babu Santana, que vive o funcionário do Departamento de Combate às Zoonoses, e que foi responsável por recolher um dos cães de Nenê. É a partir deste fato que o suspense se desenvolve, levantando questões como vingança e justiça. “Ele é um vilão, um criminoso, um cara sem escrúpulos. Mas também tem suas complexidades. As pessoas são sempre mais complexas do que a gente pensa que elas são em um primeiro contato”, afirma o Marcos Jorge. As grandes reviravoltas na trama acentuam o clima de thriller psicológico do longa-metragem. “As viradas ajudam a pensar algo muito importante: a violência que nos atinge hoje sem a gente nem sentir. Assim, o filme pode contribuir nas discussões que a gente tem e que o cinema pode provocar”, conclui Lázaro.

No elenco ainda tem Adriana Esteves (Trair e Coçar é Só Começar – 2006), Milhem Cortaz (Assalto ao Banco Central  – 2009), Antonio Ravan, Thainá Duarte, Vini Carvalho, entre outros.