Netflix estreia documentário sobre desaparecimento de garota de três anos


Madeleine McCann: garotinha britânica, de três anos, desapareceu em 2007 em Portugal

Bem firmada na produção de séries e filmes originais, a Netflix também já acumula uma vasta experiência em documentários, normalmente focados em crimes policiais de grande repercussão.

É o caso de Making a Murderer, por exemplo, que atualmente está em sua segunda temporada e conta a história da nova condenação de Steven Avery pelo homicídio da jornalista Teresa Halbach, após cumprir uma pena de dezoito anos por um crime que, comprovadamente, não cometeu. Outra produção é Conversations with a Killer: The Ted Bundy Tapes, minissérie lançada no começo do ano a respeito do famoso serial killer Ted Bundy, que matou mais de 30 mulheres nos Estados Unidos, na década de 1970, e foi condenado à pena de morte.

A novidade na plataforma é O Desaparecimento de Madeleine McCann, que estreia nesta sexta-feira (15). A garota britânica desapareceu em 2007, em uma viagem a Portugal com os pais, poucos dias antes de completar quatro anos.

Em oito episódios, o documentário revisita o desaparecimento e acompanha as investigações iniciadas há mais de dez anos. À época, o caso chamou a atenção da mídia internacional e figuras relevantes, como a autora da série Harry Potter, J.K. Rowling, que teria oferecido uma quantia em dinheiro como recompensa por informações que pudessem ajudar os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, a encontrá-la.

Segundo informações do Daily Mail, os pais de Madeleine recusaram participação no documentário e não autorizaram a produção por não acreditarem que ela teria algum efeito positivo nas investigações sobre o caso.

Confira o trailer: