[NOVIDADE] CARAVAL – SEJAM BEM-VINDOS AO JOGO


A Editora Novo Conceito está com uma grande aposta de publicação para esse ano. Caraval, de Stephanie Garger, best-seller do New York Times, será lançado aqui no Brasil e chega às livrarias em junho.

O livro que mistura realidade e fantasia, apresentando um jogo em que mentiras e verdades se confundem apresenta uma história cheia de mistérios e metáforas sobre a vida e seus infortúnios. A trama gira em torno de duas irmãs que sonham em participar do grande espetáculo, um jogo chamado Caraval, numa ilha distante chamada Trisda. As irmãs Scarlett e Donnatella vivem com o pai, um governador carrasco, e desejam ter uma vida melhor longe da maldade do pai. Quando recebem uma carta de Lenda, o famoso e temido comandante do jogo, elas têm a oportunidade de viver um sonho antigo, que é conhecer o mestre do Caraval e ganhar o grande prêmio. No entanto, esse sonho se converte num grande desafio para Tella e Scar – como são carinhosamente chamadas – e elas precisam sobreviver ao jogo cheio de infortúnios. E o jogo começa a ficar ainda mais difícil quando Scarlett não sabe se sua irmã mais nova está viva u não. O que é mentira e o que é verdade? Em quem confiar nesse jogo em que tupo pode ser um verdadeiro teatro?

O livro nos apresenta uma narrativa cheia de cores e muita fantasia, além de nos inserir num novo mundo onde a busca por respostas é uma constante. A narrativa que conta com pouco mais de 250 páginas é agradável e cheia de mistérios, nos envolve em situações em que passamos a questionar junto aos personagens e por isso acaba por nos inserir de maneira precisa no jogo.

A autora “brinca” com a questão das decisões e consequências de suas escolhas, o medo que nos envolve, bem como o egoísmo que está no ser humano seja ele quem for. O medo também é um tema abordado na trama e está constantemente sendo comentado. O que o medo faz? Qual o lado positivo e o lado negativo do medo? E o quanto ele pode influenciar nas nossas escolhas, decisões e atitudes na vida.
Toda a narrativa gira em torno de questionamentos relacionados ao que é mentira e verdade, ao medo e as consequências de nossos atos. E uma segunda sacada inteligente e diria romântica da autora foi trabalhar com as cores e as sensações também. Num tom metafórico e consequentemente poético, o narrador em terceira pessoa atribui cada cor um sentimento – a cor do medo, do alivio, do amor, etc. O lúdico é também uma constante na história, principalmente quando o narrador deixa explicito o quanto algumas pessoas se rendem ao jogo porque gostariam de escutar mentiras, viver ilusões.
Impossível não enxergar Alice no país das maravilhas nesta história, nesse novo mundo onde nada parece ser o que é, e tudo o que os personagens precisam é de uma maneira de encontrar a saída e o que os levaram até lá. Poderia dizer que o mistério da irmã perdida seria a busca constante de Alice pelo coelho? Tire suas conclusões durante a leitura.

“Por favor! – Scarlett correu atrás dele. Não estou pedindo um vislumbre do futuro. Minha irmã foi sequestrada (…); pode me dizer onde encontrá-la?
Nigel se virou. Um clarão de tinta e cor.
– Se você se importa mesmo com sua irmã, por que não perguntou sobre ela primeiro?”

Se você está se perguntando pelo romance, ele existe. Não tão empolgante ou marcante, mas está na trama para entreter os apaixonados pelos amores impossíveis e pelas mazelas pelas quais os amantes vivem até se encontrarem e descobrirem seus sentimentos. Um momento clichê, digamos. Mas que não pode faltar.
Fantasia, cores, questionamentos psicológicos, romance e muito mistério espera por você em CARAVAL. Um livro que apresenta uma narrativa cheia de mensagens importantes sobre o jogo da vida e sobre as consequências de nossas escolhas dentro dele,
Breve nas livrarias de todo o país.

|GARANTA JÁ O SEU NA PRÉ-VENDA|