O sonho acabou |Disney não pretende recontratar James Gunn


Segundo a variety a Disney não pretende voltar atrás na sua decisão. O estúdio não pretende recontratar o diretor James Gunn para trabalhar em Guardiões da Galáxia Volume 3. Segundo o site nem mesmo os pedidos dos atores do filme como Chris Pratt e Zoe Saldaña, que se manifestaram em defesa do diretor, fará o estúdio voltar atrás.

Entenda o caso:

O diretor havia feito tuites antigos com piadas que falavam sobre estupro, pedofilia e outros temas polêmicos.

Gunn se manifestou pedindo desculpas e alegando que mudou:

“Muitas pessoas que acompanham minha carreira desde o início sabem que eu me via como uma pessoa provocadora, fazendo filmes e contando piadas sobre temas ultrajantes e tabus. Como já falei abertamente antes, eu me desenvolvi como pessoa, assim como no meu trabalho e no meu humor! Eu sou alguém bem diferente. De qualquer forma, essa é a verdade: eu fazia piadas ofensivas. Não faço mais. Não julgo minhas atitudes passadas, mas me tornei uma pessoa melhor.”.

Na declaração da demissão de Gunn, a Disney afirmou: “As atitudes e declarações ofensivas descobertas no Twitter de James são injustificáveis e inconsistentes com os valores do estúdio, então nós terminamos nosso relacionamento profissional com ele.”.