The Breakdown

Título Original: Die Unsichtbaren | The Invisibles Lançamento: 04 de outubro de 2018 Direção: Claus Räfle Roteiro: Claus Räfle, Alejandra López Gênero: Drama Elenco: Max Mauff, Alice Dwyer, Ruby O. Fee Nacionalidade: Alemanha
8.0
Pros
História, atuações.
Cons
-

Os Invisíveis fez sua estreia em terras tupiniquins há uma semana e eu estou tentando desde que o assisti, desenvolver algumas palavras à seu respeito, sem muito sucesso até o momento. E o que isso significa? Significa que como uma boa obra ele me impactou de tal maneira, especialmente pelo momento turbulento pelo qual estamos passando, quanto pela sua história em si, despertando sensações, desejos e muitos questionamentos.

Aos três primeiros minutos de filme eu já estava me debulhando em lágrimas. E você pode pensar/ dizer: “Nossa, mas que chorona ela é!” E isso é verdade, eu sou mesmo uma chorona. Porém não é apenas isso, é que eu não consigo me fazer indiferente diante de tanta dor, ainda que ela não seja diretamente minha, indiretamente ela acaba sendo, ainda mais quando sei que se trata de uma história real, como é o caso da Segunda Guerra, o nazismo e o extermínio deliberado de seres humanos.

13 MINUTOS | CRÍTICA       ÁRVORES VERMELHAS | CRÍTICA   

  ‘ELE ESTÁ DE VOLTA’ | E SE HITLER VOLTASSE? (TOPFLIX)

Se tem obras e histórias pelas quais sempre me interesso e das quais gosto, elas são o desse período da humanidade, pois ao mesmo tempo que me provocam tamanha tristeza, são elas também que me relembram o quanto a humanidade pode ser perversa. O quanto não importa o número de pessoas boas e com boas intenções por aí, sempre há pessoas ruins que conseguem de alguma maneira o poder de se impor diante aos demais.

Elas não me permitem esquecer que é preciso estar sempre atento e buscando ser uma pessoa que respeita as outras pessoas, independente daquilo que nos difere, independente das escolhas e modo de ver o mundo, somos todos carne, osso e sentimentos. E é claro que eu sei que não existe alguém perfeito, e temos nossos momentos de fúria, contudo não podemos nos deixar levar por eles. E eu começo por mim, tentando sempre ponderar sobre as consequências ruins disso, de escolher a impetuosidade ao invés da empatia e do respeito, pois a partir do momento que eu me deixo guiar por aquilo de ruim que há em mim, nada de bom pode advir disso, nem pra mim, nem para os que partilham desse mundo comigo.

 

Os Invisíveis nos apresenta a história de pessoas que escolheram resistir, ainda que para isso precisassem se esconder, fingir ser outra pessoa, elas não abdicaram de viver como podiam. Elas foram oprimidas, lhes tomaram suas casas, a liberdade, o alimento, a voz, a dignidade, contudo não llhe roubaram o desejo de viver. E foi porque elas resistiram, que hoje eu e você podemos conhecer suas histórias e refletir sobre o que estamos fazendo com as nossas próprias vidas e como isso impacta a sociedade.

Previous Mickey: The True Original Exhibition em Nova York tem seus artistas divulgados
Next Crônicas de Natal | Netflix divulga teaser de sua produção natalina

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *