The Breakdown

Título Original: Teen Titans Go! To The Movies Ano: 2018 Direção: Peter Rida Michail, Aaron Horvath Roteiro: Aaron Horvath, Michael Jelenic Gênero: Animação Elenco: Kristen Bell, Will Arnett, Hynden Walch, Tara Strong, Khary Payton, Scott Menville, Greg Cipes
8.0

Em meio a tantos problemas com seu universo cinematográfico e tantas comparações com o sucesso esmagador da Marvel nos cinemas, uma coisa é certa: nunca foi questionada a qualidade das animações produzidas pela DC. Séries e filmes animados sempre fizeram a alegria dos fãs e agradaram aos críticos desse universo de super-heróis, algo não muito estável para as produções live-action da produtora. Com uma proposta diferente de sua antecessora (Jovens Titãs encerrada em 2006) a série Os Jovens Titãs em Ação! chegou em 2013 com uma proposta mais leve onde o foco deixa de ser em aventuras contra grandes vilões e nos traz para um universo mais infantil onde a equipe de ajudantes de heróis tenta lidar com os problemas do seu próprio dia-a-dia, sempre de forma muito bem humorada. A Warner Bros. Animation abraçou essa proposta e nos trouxe um filme divertidíssimo que brinca com esse universo de super-heróis tão em alta nos tempos atuais e que desconstrói a imagem séria e obscura que a DC vinha criando no imaginário dos telespectadores com suas últimas produções.

A trama gira em torno dos Jovens Titãs que, já iniciam a história como uma equipe estabelecida mas, ao verem o Batman ganhar mais um filme solo, percebem que não são reconhecidos como heróis de verdade pelos outros supers e pela sociedade a ponto de merecerem um filme sobre eles também. Com a intenção de provar que são capazes, os jovens decidem encontrar um verdadeiro arqui inimigo para a equipe, cruzando o caminho de Slade, um vilão que busca um artefato que promete ajudá-lo em um plano maligno para acabar com a existência dos heróis.

Durante toda a trama aventuresca, o principal foco do filme é satirizar a indústria cinematográfica que gira em torno dos super-heróis (sério, antes mesmo do filme iniciar a gente já recebe piadas sobre a DC e a própria Marvel) e, principalmente, os erros e acertos do universo DC nos cinemas que já estamos acostumados a acompanhar. Filme do Lanterna Verde, as muitas versões do Batman, o bigode em CGI de Henry Cavill em Liga da Justiça, os filmes e séries derivadas dos heróis principais (Joker, Gotham, Pennyworth, etc), a demora e dificuldade em construir um universo compartilhado que seja coeso e linear, são apenas algumas das muitas alfinetadas que o filme utiliza para divertir o público e mostrar que tem consciência dos seus problemas e prefere rir disso.

Mas eles também sabem seus pontos fortes. A jornada do herói da equipe é muito fluida e, apesar de ter uma atmosfera bem nonsense, é de fácil identificação com o público. Mesmo sendo um filme de equipe, o foco do roteiro de Michael Jelenic e Aaron Horvath se concentra no personagem de Robin, que ganha uma profundidade muito legal e até dramática em alguns momentos. É ele quem mais sonha em ter um filme solo e por isso precisa provar seu valor como herói, líder e amigo. A amizade da equipe e a forma como esses ajudantes se sentem menores na sombra de grandes heróis como Batman, Superman ou Mulher-Maravilha é a grande questão do filme e aproxima o público de seus dilemas.

Com uma animação de excelente qualidade, muito colorida e cheia de momentos divertidos, o longa vem para aprimorar a técnica já conhecida do público da série original de 2013. Os estilos de traços mudam de acordo com a narrativa, seja para homenagear as animações clássicas, seja para misturar os traços modernos com quadrinhos antigos. Fica claro que eles conhecem a própria história e o primor técnico de suas animações e HQ’s. A dublagem mantém as vozes originais da série tanto na versão em inglês quanto na versão em português, e essa não deixa a desejar em termos de qualidade. Pode assistir dublado sem medo, viu? A única coisa que ficou um pouco estranha foram as adaptações realizadas nas letras das músicas do filme, o que é super comum quando se traduz músicas em inglês para o português. Infelizmente alguns significados se perdem ou mudam.

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas chega aos cinemas como um filme de heróis voltado diretamente para o público infantil com suas lições de moral, piadas leves e pastelão, músicas fofinhas e colorido forte. Mas também vem para agradar ao público mais velho, que gosta e respira o universo de super-heróis e que com certeza vai se divertir com a grande sátira que é essa história. Ah, e como não poderia deixar de faltar em um filme de heróis moderno: tem cena pós-crédito!

Previous Fraud, Deceptions, and Downright Lies About Cannabis Oil for Pain Exposed
Next WiFi Ralph | Fã vídeo apresenta cena com princesas em 23 idiomas

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *