Os Jovens Titãs em Ação! | Quais episódios você deve assistir antes de


Dependendo da sua idade, você é uma viúva da série Os Jovens Titãs que chegou ao final em 2016 e olha para Os Jovens Titãs em Ação! com toda carga de preconceito e rancor possível. Eu entendo seu sentimento, olhei assim para Os Jovens Titãs por ser uma viúva de Batman – The Animated Series, onde Bruce Timm reinventou as animações de super-heróis, e quando deixe tudo de lado pude aproveitar quão boa eram as aventuras de Robin e companhia. Aqui vale somar as ex-viúvas de Justiça Jovem que agora já estão esperando por uma nova temporada da série e não gostam da animação que ganhou um longa-metragem.

É importante deixar claro antes de mais nada: Os Jovens Titãs em Ação! é feito para crianças. Ele é infantil mesmo, espalha piadas de peido, tem ritmo frenético e muita cor. Porém tem seus momentos de pura genialidade, além de saber fazer referências ótimas que apenas um bom nerd da DC consegue pegar, as vezes retomando personagens para lá de esquecidos pela editora, nos filmes e nos quadrinhos.

Você pode encontrar as três primeiras temporadas da animação na Netflix, mas são muuuitos episódios. E admito, alguns são ruins de doer. Mas separamos 10 episódios que valem cada segundo para estar pronto para o longa-metragem Os Jovens Titãs Em Ação! Nos Cinemas.

Two Parter (Temporada 03, Episódios 09 e 10)

Um dos poucos episódios divididos em duas partes, e claro que o grupo tira onda com isso, sobra até para as séries da CW como Arrow e Flash. Eles invadem o Hall da Justiça e chove referência às animações da Liga, uma homenagem gigante ao desenho Superamigos. Com os uniformes dos heróis do time principal, eles precisam derrotar Darkseid. A viagem no tempo é outro desses momentos que faz o desenho ser incrível.

The Fourth Wall (Temporada 02, Episódio 05)

O “Maluco do Controle” assume o comando e o capítulo vira um exercício de quebra da quarta parede. O vilão mostra que eles viraram um programa de TV, mas que a crítica é ruim, pois eles são muito infantis (e todas as outras coisas ditas por quem odeia a série sem mal ver). E aí a loucura começa… Até o momento em que eles assistem a série anterior (aquela citada no início do texto), chegam até comentar sobre não ter fim. Aí começam as aventuras para tentar melhorar a qualidade do desenho. Imperdível!

40% 40% 20% (Temporada 02, Episódio 05)

Ciborgue tenta explicar a importância da música e coloca uma canção que virou icônica para os fãs da série. O momento em que todos ouvem ela vira uma homenagem gigante à desenhos dos anos 80, além de um visual cyberpunk e Tron, talvez seja a cena que mais tem referências externas da DC de todo o seriado. Pega a caneta e o papel e tenta ver quantas você reconhece:

 

Operation Dude Rescue (Temporada 03, Episódio 20)

Outro episódio divido em duas partes. Os meninos do grupo tentam ser cavalheiros, ficam aprisionados e precisam das meninas para salvar o dia. Ravena e Estelar chamam as vilãs para mais uma “Noite das Meninas”, tudo relacionado a Terra neste capítulo é um show. Enquanto está preso, todas as cenas do Robin com a máquina do tempo também são incríveis.

Truth Justice and What? (Temporada 02, Episódio 19)

Os Jovens Titãs enfrentam as Tartarugas Ninja em uma briga pelas pizzas da cidade. É um bom capítulo para entender o humor exagerado do desenho e você nerd velho abrir seu coração para as loucuras que essa animação tenta trazer.

Rad Dudes with Bad Tudes (Temporada 03, Episódio 17)

Mais um capítulo que é uma ode aos 80.

Beast Man (Temporada 02, Episódio 19)

Um dos capítulos que servem para deixar bem claro como eles se veem dentro desse universo: crianças. E essas crianças têm a oportunidade de conhecer o mundo dos adultos quando Mutano consegue se transformar em um. Mas depois de um tempo, o verdinho começa a virar o “pai do grupo” na clássica imagem de o adulto chato… Que algo mais anos 80 que essa guerra Crianças x Adultos? E a fórmula para derrotas os adultos é incrível: virar adolescente! Corre ver!

Whos Laughing Now (Temporada 03, Episódio 21)

A busca de Mutano pelo seu espírito animal que vira uma analogia às faculdades nos Estados Unidos e aí mais uma vez o desenho passa por aqueles momentos mágicos entre a loucura para entreter as crianças e uma camada mais profunda feita para os adultos entenderem.

Esse filme é um ótimo aperitivo para o Aquaman!

Previous A Freira deve arrecadar pouco mais de US$ 30 milhões em estreia
Next Star Wars: Resistance | nova animação, ganha trailer

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *