Patty Jenkins responde críticas de James Cameron sobre Mulher-Maravilha


Depois de James Cameron afirmar para o The Guardian que o longa Mulher-Maravilha é um “passo para trás” em Hollywood, a diretora Patty Jenkins respondeu as críticas infelizes em uma nota no Twitter.

A incapacidade de James Cameron entender o que Mulher-Maravilha é e o que significa para mulheres de todo o mundo não é uma surpresa, já que, apesar de ser um ótimo cineasta, ele não é uma mulher. Mulheres fortes são ótimas. Ele elogiou o meu filme Monster: Desejo Assassino e nossa visão de mulheres fortes, ainda que problemáticas, foi tão apreciado. Mas se as mulheres sempre precisam ser difíceis, duronas e perturbadas para serem fortes, e não estamos livres para sermos multidimensionais ou celebrar um ícone para mulheres do mundo todo por ela ser atraente e amável, não chegamos muito longe, ou chegamos? Acredito que mulheres podem e devem ser TUDO, assim como protagonistas masculinos devem ser. Não há um tipo certo ou errado de mulher poderosa. E o grande público feminino que fez esse filme ser o sucesso que é certamente pode julgar e escolher os seus próprios ícones de progresso“.

Jenkins negocia com a Warner Bros. para dirigir a sequência de Mulher-Maravilha, que está agendada para 13 de dezembro de 2019.