Pierce Brosnan diz que a franquia 007 perdeu a graça e o senso de fantasia espiã


“Antes, eu sentia que era preciso ter humor. Agora é diferente. Eles tiveram uma forte competição e não chegaram a reinventar a franquia, mas deram a ela uma virada muito mais muscular e dinâmica (…) Quando eu o interpretava, você precisava mostrar para a audiência que aquilo era uma piada fantástica – esse homem, pulando de uma motocicleta e se segurando num avião, era completamente absurdo. Mas, para mim, você precisava deixar isso claro.”

Segundo o ator, sua saída do papel aconteceu num momento em que filmes de ação e espionagem estavam buscando um caminho mais sério e agressivo, com sucessos como A Identidade Bourne trazendo uma pegada diferente para o tradicional papel do herói-espião.

Atualmente, especula-se se Craig continuará no papel para mais um filme, ou outro ator será escolhido para assumir o bastão. Em outras ocasiões, Brosnan chegou a sugerir que o próximo agente 007 fosse interpretado por Tom Hardy: “ele daria uma chacoalhada nas coisas”.