Pontes dos Espiões | Crítica do filme


A última vez que ouvi falar desse filme, ele não era nada mais do que uma semente, um projeto sobre a Guerra Fria, dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Hanks. Agora posso dizer que a semente cresceu e virou uma grande árvore com muitos frutos.

pontes-dos-espioes-spielberg-filme-03

Situado na década de 60, “Pontes dos Espiões“(Bridge of Spies) conta a história real de um advogado (James Donovan) que é recrutado pela CIA, para ajustar a liberação de um piloto americano que está sendo realizada na Rússia, depois de ser derrubado sobrevoando o país soviético. Esta é uma das histórias mais marcantes que existe sobre a Guerra Fria. Todo o processo de negociação ocorre em um período de 5 anos, desde a captura em 1957 de  Rudolf Abel até ao período de fevereiro de 1962. Mas o desenrolar dos acontecimentos é comprimido e tudo parece ocorrer em um curto espaço de tempo, o que nos leva a crer que  a diplomacia internacional age muito mais rápido do que realmente é de fato.

Então temos um filme da Guerra Fria carregado de todos os aspectos bons que Steven Spielberg e Tom Hanks podem lhe oferecer. Longo, muito paciente e em alguns momentos arrepiantes.

Ponte-dos-Espiões-trailer-2015

Mark Rylance, uma estrela do teatro britânico que marcou presença com papéis em filmes como (“O Atirador”, “The Other Boleyn Girl”), empresta seu talento para representar Rudolf Abel, um ser extremamente tranquilo e despreocupado, Inglês com sotaque Nova Yorkino,  solitário e pintor que é acusado de ser um espião soviético.

Hanks faz o seu melhor James Donovan, um advogado astuto do Brooklyn especialista em apólices de seguros. Este, é convocado para ser o advogado de defesa de Abel, não há dúvidas que o acusado é culpado mas Donovan tem uma leitura intuitiva da situação e se impõe a frente da situação jurídica. Logo no inicio vemos Donovan calmamente transformar um caso de acidente de carro em Manhattan em um simples jogo de boliche. Nesse instante percebemos que esse advogado não é tão comum quanto poderia parecer.

pontes-dos-espioes-spielberg-filme-01

Mas ele vai enfrentar uma nação em vantagem sobre os temores de uma guerra nuclear, uma  cidade inteira que deseja a morte de Abel e um juiz (Dakin Matthews) determinado a dar o que a população imagina necessitar.

“Todo mundo vai me odiar”,  mas pelo menos eu vou perder.” Entusiasma James nos primeiros momentos do filme.

11402298_413606195494279_70385477769869472_o

Eventos ocorrem em espiral em torno da tentativa de James de impedir que Abel seja condenado a morte.

Enquanto isso, Francis Gary Powers (Austin Stowell ) está aprendendo a pilotar o avião espião U-2. E aí você começa a deduzir como estes dois irão se conectar.

bridge-spies

Hanks tem suas melhores cenas assim como Spielberg e a história coloca Donovan em situações perigosas. O ator enfraquece qualquer hipocrisia potencial com um humor seco reservado de inteligência, o que o torna no fim das contas uma pessoa de companhia agradável. O ritmo é calmo (eu diria um pouco até demais), o que torna o longa por vezes monótono. E o elenco de apoio é mais capaz do que imaginamos, tirando o fato do desperdício do personagem de Alan Alda como sócio sênior de Donovan, todos os outros personagens estão cheios de falas. Aliás, nem todos, Rudolf Abel está aí para me provar, mas ele não está preocupado com isso.

‘Bridge of Spies’ by DreamWorks Studios.

Os personagens que guiam a nossa atenção, se desenvolvem em uma ambientação maravilhosa, que se alterna entre a atmosfera demasiadamente fria de Berlim e o calor Norte Americano. E por falar em Berlim, eu acreditei em cada ruína que vi.

Como  já disse, o filme é longo, cansativo em alguns instantes, mas não posso reclamar, é uma história bem contada.

“Pontes dos Espiões” é um retrato da era de ouro da espionagem, mostra o que foi enfrentado fora, do outro lado da Cortina de Ferro, quando a paranoia aterrorizava o mundo. E se você gosta de uma boa história ele é perfeito para você.

Veja o Trailer:

FICHA TÉCNICA: Diretor: Steven Spielberg Elenco: Tom Hanks, Mark Rylance, Scott Shepherd, Amy Ryan, Sebastian Koch, Alan Alda, Austin Stowell, Mikhail Gorevoy e Will Rogers.

[yasr_overall_rating size=”medium”]