Serial killer Charles Manson vai ganhar um filme


Charles Milles Manson, nascido Charles Milles Maddox (Cincinnati, 12 de novembro de 1934), é o fundador e líder de um grupo que cometeu vários assassinatos nos Estados Unidos no fim dos anos 1960, entre eles o da atriz Sharon Tate (na época, grávida de oito meses), esposa do diretor de cinema Roman Polanski. Condenado à morte em 1971, com a pena posteriormente transformada em prisão perpétua, cumpre pena até hoje na Penitenciária Estadual de Corcoran, na Califórnia.

O estúdio Bohemia Group Originals rodará um filme sobre o assassino em série Charles Manson, segundo a Variety. O longa vai focar na entrevista feita pelo apresentador Tom Snyder, em 1981, com o serial killer.

Susan Ferris, presidente da companhia, supervisionará o projeto.

“Essas figuras da vida real são papéis magníficos e queremos levar isso à grande tela. As questões subjacentes da história, com particular ênfase no jornalismo contundente, são muito oportunas”, afirmou Susan.

O longa tem roteiro de Kevin Courtney e Ron Pivo e a história acompanha como Snyder, que vivia então um declínio profissional, consegue uma exclusiva de impacto para reavivar seu programa noturno Tomorrow. A entrevista provocou uma série de repercussões que mudaram o formato dos programas noturnos da televisão americana.