Sing – Quem Canta Seus Males Espanta | Crítica


Para começar é bom falar que ‘Sing’ é um filme que realmente cai como uma luva para todos os gostos. estou falando de um filme emocional e muito engraçado. Há filmes que usam alguns artifícios em suas piadas para atrair um público mais velho, mas esse não é o caso, em ‘Sing’ a identificação é natural e vem principalmente através de sua música.

SING

A animação também explorou a diversidade, vários personagens recorrentes com suas histórias diferentes, vão fazem com que todos sintam-se já ter feito parte de alguma passagem, crianças, mães e pais.

SING

A história começa quando Buster Lua, um produtor de teatro está para perder o seu local de trabalho, como uma medida desesperada, Lua recorreu a uma última tentativa promovendo um concurso de canto, onde qualquer pessoa pode participar. Com a promessa de uma grande quantia em dinheiro, surgem milhares de interessados, e a partir daí começam as histórias dos participantes, como já disse, que vão desde a história do filho que não quer seguir os passos de seu pai, já que sua verdadeira paixão é cantar até a jornada de uma roqueira que não recebe o devido valor do seu parceiro e namorado.

Sing

A mensagem principal é clara, não devemos desistir, e o medo, esse faz parte, mas não podemos nos entregar, o tempo é o mestre, e tudo se resolve se formos persistentes e acreditar em nós mesmos. Mas é claro que aqui também temos algumas histórias de dias tristes, como a da Elefanta Meena, uma criança que tem medo de decepcionar seu pai, ou a da dona de casa que se sente ignorada pelo seu marido e filhos, entre outras situações que ninguém deseja passar.

Os personagens têm personalidades bem definidas, tanto em atitudes, como em seus ambientes e, especialmente, suas músicas são proporcionais aos seus desenvolvimentos ou a certos momentos de suas vidas.

A dublagem original teve o cuidado de trazer figuras da música, e além da variedade de personalidades isso dá um tom interessante para várias situações.

SING

‘SING: Quem Canta Seus Males Espanta’ é totalmente recomendado para toda a família, mas não é um super filme para te fazer pensar em suas escolhas, é divertido e nesse você pode ir tranquilo com seus baixinhos e com certeza não irá dormir, talvez no máximo você irá lembrar de algum sonho antigo, uma situação ou um amigo, o que já é muito legal.

Data de lançamento 22 de dezembro de 2016 (1h 48min)
Direção: Garth Jennings
Elenco original: John C. Reilly, Matthew McConaughey, Reese Witherspoon, Scarlett Johansson, Seth MacFarlane, Taron Egerton, Tori Kelly
Elenco nacional: Mariana Ximenes, Wanessa Camargo, Fiuk mais
Gêneros Animação, Comédia , Família
Nacionalidade Eua
[yasr_overall_rating size=”medium”]