Star Wars: Os Últimos Jedi | Mark Hamill diz ter criado um passado horrível para interpretar Luke


Os trailers de Star Wars: Os Últimos Jedi indicam que Luke Skywalker passou por momentos realmente traumáticos para querer se isolar e desistir dos Jedi. Ainda não sabemos o que foi que houve, mas o que ator Mark Hamill inventou provavelmente foi muito pior.

Antes de começar a gravar, Hamill ainda não sabia da história de Luke, como explicou ao Entertainment Weekly, mas o ator precisava de uma motivação para entrar na mente do personagem. Para isso, ele imaginou um passado realmente deprimente.

Eu escrevi vários e várias possibilidades. Eu fiz notas de que ele se apaixonou por uma mulher que era uma viúva e tinha um filho criança. Ele deixou os Jedi para criar essa criança e se casar com esta mulher, então a criança pegou um sabre de luz e acidentalmente se matou.

Claro, como ele destaca, isso não tem nada a ver com o filme e foi apenas um recurso que ele usou para entrar no clima e na mentalidade de Luke, que agora rejeita os Jedi. Segundo o ator, ele fez isso por se lembrar de histórias de crianças que encontram as armas dos pais.

Não tem nada a ver com a história, mas quando eu penso sobre violência com armas e você lê essas histórias trágicas de crianças que pegaram as armas dos pais e matam um irmão ou a si mesmos, quero dizer, eu tinha que ir para algum lugar realmente sombrio para deixar Luke onde ele precisava estar para essa história.

O elenco do filme conta com Daisy Ridley (Rey), Adam Driver (Kylo Ren), Oscar Isaac (Poe Dameron), John Boyega (Finn), Mark Hamill (Luke), Carrie Fisher (Leia), Benicio Del Toro, Andy Serkis (Snoke), Laura Dern e Domhnall Gleeson (General Hux).

Star Wars: Os Últimos Jedi estreia em 14 de dezembro.