Terry Crews é acusado de assédio moral


Depois de ter testemunhado em frente ao Congresso sobre ter sido vítima de assédio sexual, o ator Terry Crews está sendo processado por discriminação e assédio moral.

O processo de US$ 1 milhão foi aberto por Darwin Hall, ex-consultor de mídias sociais do ator, que alega violação de contrato, cyberbullying, assédio moral e uma discriminação implícita contra um membro da comunidade LGBTQ. (via Deadline)

De acordo com o documento de 17 páginas, Crews não realizou o pagamento pelos serviços prestados por Hall e além disso, ele alega ter sofrido com problemas emocionais e “várias semanas angustiantes de assédio e cyberstalking” praticados pelo ator.

Quanto à acusação de discriminação, a mesma teria acontecido em 2013 quando Hall trabalhava para um cliente do aplicativo fundado por sua empresa e por Crews no mesmo ano. No entanto, a publicação não detalha o que foi dito pelo ator.

No começo deste ano, Crews denunciou seu ex-agente Adam Venit de assédio sexual e acusou o produtor de Os Mercenários 4, Avi Lerner, de pedir que ele desistisse de abrir o caso contra Venit.