O adolescente Leonardo (Ghilherme Lobo) tenta lhe dar com a superproteção da mãe e busca sua independência diante de sua condição de ser cego. A chegada de um novo colega de classe, Gabriel (Fábio Audi), desperta sentimentos em Leonardo que passa a descobrir mais sobre si mesmo e a sua sexualidade.

Com roteiro e direção de Gabriel Ribeiro o longa apresenta uma história sobre a adolescência e as dificuldades que qualquer adolescente enfrenta: problemas com bullying, brigas de adolescentes, conflito com os pais, descoberta da sexualidade. O que torna toda história mais interessante que se trata da descoberta da homossexualidade por um adolescente cego. contudo o filme jamais levanta bandeiras de nenhuma das duas comunidades. Leonardo é um adolescente já inserido na sociedade, estuda numa escola regular então não há a jornada pra ser aceita ou conflitos em relação a isso. A história se foca no dia a dia. Contudo é uma história romantizada, pode desagradar a alguns, mas no final não deixa de ser bonito.

Quanto a direção Gabriel Ribeiro é muito elegante. Com quadros abertos uma fotografia suave, trilha singela, todos os enquadramentos seguem uma lógica bem definida. As cenas que incluem uma temática mais sexual são bastante delicadas, deixam claro o que está acontecendo, mas não chegam a mostrar muita coisa.simples e efetivo, segue todo o tom do filme sem perder o encantamento. Nenhuma cena tem a pretensão de chocar ou se destacar, toda as cenas de romance são conduzidas com naturalidade.

Quanto ao elenco, o destaque é todo da química entre Ghilherme Lobo e Fabio Audi que convence com naturalidade da transformação de uma amizade para o amor. Há timidez, incertezas, medo, desejo, tudo ali transparente, no meio de turbilhão de coisas que é a adolescência. Vale a pena mencionar a Tess Amorim como Giovanna, seu arco, apesar de segundo plano, é interessante, ela passa por alegrias e decepções com as descobertas do melhor amigo Leonardo sendo diretamente afetada, a atriz consegue convencer com poucos gestos

Hoje quero voltar sozinho é um filme simples, delicado que conta a história que já vimos em outros filmes. Seu trunfo e nos presentear com uma perspectiva diferente do que estamos acostumados.

Previous Será que você seria milionário na Lazerlândia de 'Pequena Grande Vida'? ; DESCUBRA AGORA!
Next Zendaya, Jake Gyllenhaal e Ansel Elgort juntos em novo suspense policial

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *