The Breakdown

Data de lançamento 25 de abril de 2019 (3h 01min) Direção: Joe Russo, Anthony Russo Elenco: Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo mais Gêneros Ação, Fantasia, Aventura Nacionalidade EUA
10.0

11 anos e 21 filmes depois — e nós estamos no ultimato agora. Não há mais para onde ir e, ainda assim, há muito a ser resolvido. Só que nada nos preparou para o fim, nem mesmo 11 anos, tampouco 21 filmes.

Os heróis estão de luto após o estalar de dedos de Thanos (Josh Brolin) que varreu metade da vida no universo, incluindo grande parte de seus companheiros. Não há muito o que fazer e Tony Stark (Robert Downey Jr.), Steve Rogers (Chris Evans), Thor (Chris Hemsworth), Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), Bruce Banner (Mark Ruffalo), Clint Barton (Jeremy Renner), James Rhodes (Don Cheadle), Rocket Raccoon (Bradley Cooper) e Nebulosa (Karen Gillan) agora continuam as suas vidas da melhor forma possível, tentando reparar as consequências que ainda surgem após o final apocalíptico de Vingadores: Guerra Infinita (Avengers: Infinity War). A esperança é quase inexistente e diminui ainda mais a cada dia que se passa — até que Scott Lang (Paul Rudd) retorna de uma viagem de cinco anos dentro do Reino Quântico com uma ideia que pode trazer os mortos de volta.

A partir daqui, esqueça tudo o que você acha que sabe sobre o novo filme do Marvel Cinematic Universe (MCU). As teorias dos fãs podem até resvalar no enredo de Vingadores: Ultimato (Avengers: Endgame), que estreia nesta quinta-feira (25) nos cinemas brasileiros, mas a Marvel, após tantos anos de experiência no cinema, não arranharia apenas a superfície: ela cavaria até encontrar ouro — e foi exatamente isso que ela fez.

Se olharmos pelo ponto de vista realista do MCU, que nos próximos meses entrega Homem-Aranha: Longe de Casa (Spider-Man: Far From Home), com a continuação da história do amigão da vizinhança, embora o Aranha também tenha morrido no longa anterior, Ultimato é um filme bastante previsível. Porém, ninguém realmente sabia como tudo aconteceria e o que aconteceu, de fato, é incrível, de arrepiar e tirar o fôlego. Outros filmes de super-heróis podem até ter conseguido algo similar antes, mas nada se compara aos feitos de Ultimato. Tudo muda a partir de agora. Não tem como voltar atrás — é apenas daqui para frente.

O longa traz emoção desde as cenas iniciais até os créditos. É triste, nostálgico, empolgante. É pra chorar, rir, gritar, espernear. Dessa vez não é só pancadaria. É um filme feito para quem é fã, quem acompanhou todas as histórias, quem se apaixonou perdidamente por esses personagens. Dessa forma, as inevitáveis despedidas são bastante difíceis, mas carregam apenas uma parte da carga emocional. O filme todo é um turbilhão. O desfecho, então, é um chute no peito tão bem dado que, embora cause dor, faz ansiar por outro só para ter um pouco mais daquilo tudo.

Conhecidos por dirigirem episódios das séries Arrested Development e Community, antes de assumirem a direção de Capitão América 2: O Soldado Invernal (Captain America: The Winter Soldider), os irmãos Anthony e Joe Russo agora sobem a um novo patamar após o trabalho impecável apresentado aqui. Trabalhando com o roteiro de Christopher Markus e Stephen McFeely — que estão no MCU desde Capitão América: O Primeiro Vingador (Captain America: The First Avenger) — , os diretores tinham a dura tarefa de coordenar dezenas de heróis em cena e a realizaram com maestria. Apesar do foco nos seis Vingadores iniciais, os demais heróis também têm sua vez, inclusive a novata Capitã Marvel (Brie Larson), introduzida às pressas no filme anterior para fortalecer a franquia

O longa é muito maior do que qualquer fã poderia esperar. Quem foi fiel ao MCU desde o lançamento de Homem de Ferro (Iron Man), em 2008, não se decepcionará. Apesar de, vez ou outra, entregar trabalhos abaixo da média, a Marvel agora se redime de qualquer pecado trazendo um produto imaculado.

E não acabou: há vida pós-Ultimato. Como isso vai acontecer, pouco se sabe, mas o final abre novas possibilidades que devem ser exploradas em diversos outros filmes. Agora, se essas continuações poderão superar os feitos deste longa, isso só o tempo dirá.

Vingadores: Ultimato reverberará por muito tempo na cabeça dos espectadores e os fãs dos heróis certamente arrumarão um espaço bem próximo ao coração para guardá-lo com imenso carinho. Aproveitem, esse abraço apertado é todo nosso!