Westworld | O caos domina e você não perde por esperar


O que é “Real”?

O que significa ser “Real”?

Você já parou para questionar a sua existência? Sua humanidade e o por que de estar aqui?

Qual o seu propósito? E o que você tem feito para vivê-lo/alcançá-lo/realizá-lo?

Essas e outras interrogações podem e devem vir à tona no minuto em que você se deparar com Westworld, a série da HBO que retorna para a sua segunda temporada neste domingo (22 de abril) às 22h no canal e logo na HBO GO.

E você não será o único, essas entre tantas outras questões permeiam as narrativas e duelos entre anfitriões (personagens que representam inteligências artificiais) e humanos a todo momento e como não poderia ser diferente, elas podem provocar em você caro espectador dúvidas e questionamentos semelhantes.

Em sua primeira temporada que conta com 10 intensos e surpreendentes episódios pudemos conhecer um pouco do perfil e história de cada personagem bem como sobre o parque que é o elo e obsessão de todos eles. Local onde o impossível permite-se realizar, os limites para tais aventuras ainda são totalmente desconhecidos, visto que o que era considerado uma fronteira e uma condição parece ter caído por terra.

Rodrigo Santoro em entrevista sobre WESTWORLD

E ao que tudo indica, tanto pelo texto de divulgação da nova temporada que declara “O caos domina” e pelo que pudemos assistir em seu episódio de estreia em uma premiere exclusiva para convidados promovida pela HBO Brasil na noite de 18 de abril, no Museu da Casa Brasileira em São Paulo, ele – o caos – não só domina como promoverá intrigantes e revolucionárias transformações nas relações estabelecidas até o momento.

Thandie Newton e Evan Rachel Wood estão magistrais, o crescimento e poder delas estão cada vez mais evidentes como Maeve e Dolores, respectivamente. O “Homem de Preto” de Ed Harris ganhou nome, sobrenome e novos motivos para permanecer jogando. Enquanto isso, novos personagens vão surgindo e velhos conhecidos vão ganhando mais espaço na trama, como é o caso Charlotte Hale, interpretada por Tessa Thompson (Valquíria em Thor: Ragnarok e Os Vingadores: Guerra Infinita), Jeffrey Wright que dá vida ao sábio Bernard Lowe e ainda Rodrigo Santoro com o seu obstinado e violento Hector Escaton.

Anterior Deadpool 2 ganha novo comercial hilário
Próxima Festival Varilux Cinema Francês | 2° Laboratório Franco Brasileiro de Roteiros no Rio de Janeiro

Sem Comentários

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *