X-Men: Apocalipse, um filme completamente Esquecível | Crítica 2


Há muito tempo deixei de ter esperança na franquia do x-men, salvo o excelente Primeira Classe, que tinha uma visão diferente e um diretor diferente. O X-2 considero o melhor filme da primeira trilogia.

A famosa franquia dos X-men, surgia em pleno o ano 2000, causando um alvoroço em Hollywood e deixando muitos fãs animados. Bryan Singer na época conquistou a crítica e o público; após 3 anos Singer agora com o titulo de diretor visionário, nos apresenta X-2, praticamente o melhor filme da primeira trilogia; alguns anos mais tarde  visando ressuscitar um herói de uma outra franquia , acabou deixado o terceiro filme dos X-men na mão de Brett Ratner que acabou entregando o pior filme  da trilogia inicial.


cf RGB noise step 211

Somente 5 anos depois, tivemos a esperança meio duvidosa e ambiciosa de ver um novo grupo de Xmen nos cinemas, agora dirigido pelo talentoso Matthew Voughn ( Kick-Ass / Kingsman: Serviço Secreto), que bem diferente de Brett Ratner, entrega um filme excelente, bem trabalhado e com personagens simples, não pecando no exagero. Claro que, como em todo filme da franquia, o mesmo também teve seus erros, só que em menor quantidade que os filmes anteriores, assim iniciando uma nova franquia (trilogia) dos X-men.

A fox como sempre, visando arrancar cada centavo da franquia, nos entregou a sequência intitulada “Dias de um futuro esquecido“, que eu chamo de mais um filme pra ser esquecido, dessa vez comandado por Singer, que após anos retorna à franquia que ele mesmo iniciou e acabou entregando um filme falho,cheio de furos que só ele sabe fazer; usou a ideia de voltar ao passado par mudar tudo o que vimos na primeira trilogia e quem sabe tentar consertar algo nessa nova fase do X-men.

xmen_apocalypse_4

Eis, então que chegamos ao novo filme dos mutantes, “X-men: Apocalipse“, novamente dirigido por Singer para infelicidade de alguns (incluindo a minha), que acaba entregando mais um filme decepcionante, com um roteiro ruim,cheio de furos e que deixa nítido que eles somente se preocuparam com os futuros filmes da equipe e não com a historia do filme em si que deveria ser apresentada.

Captura-de-Tela-2015-09-01-às-14.25.04-745x496

Temos um vilão mal aproveitado e totalmente monótono, não digno de levar o nome ameçador como o do Apocalipse. Oscar Issac pode até ter tentando fazer o possível para interpretar o vilão título do filme,mas infelizmente não conseguiu; acabou entregando um vilão sendo “bastante sutil” quase nada ameaçador e bastante grotesco. A sua atuação pode ter sido prejudicada pela maquiagem, alá Power Ranger no estilo dark. Infelizmente por conta de um roteiro ruim, não temos  algo convincente ou inteligente ao nível que deveria ser a ameça do Apocalipse; em certo momento do filme a  batalha contra a nova equipe de mutantes, só tende a ser melhor do até então pior filme de heróis dos últimos anos produzido pela a Fox, “Quarteto Fantástico“.

xmen-poll

Singer, repete o mesmo erro dos outros filmes do X-men: o exagero de personagens, sendo que os melhores são mal aproveitados; muitos entram quase mudos e saem praticamente calados, estão ali só pra ocupar espaço desnecessário. Os atores podem até ter tentado fazer o seu melhor… Destaco aqui a atuação de Sansa Stark  Sophie Turner, que entrega um nova Jean Grey; Jennifer Lawrence, que aparece mais tempo como Raven ao invés de como Mística por um motivo óbvio: a venda de ingressos poderia ser maior se a Katniss Everdeen  aparecesse com visual humanizado; James McAvoy e Michael Fassbender continuam com suas excelentes interpretações, porém outros atores novatos na franquia são totalmente mal aproveitados, com participações fracas  e com pouca importância, vide Olivia Munn (Psylocke) que teve um papel reduzido a poucas palavras e altamente caricato; salvo o uniforme, ela é a unica que por milagre segue fiel aos quadrinhos.

xmen_apocalypse_1

 

Evan Peters, novamente rouba a cena no papel de Mercúrio,que praticamente é o alivio cômico do filme, mas pra quem assistiu ” Dias de um futuro esquecido”, não vê quase novidade nenhuma, além da mudança de cenário, o exagero de CGI e a trilha sonora que é muito boa… Claro, não posso deixar de falar participação de Wolverine (Hugh Jackman) que é totalmente bem construída, porém o personagem já se tornou algo desgastante  e não causa nenhuma surpresa.

X-Men: Apocalipse é o mais do mesmo: somente mais uma fonte de entretenimento em seus dias de tédio. O filme deixa uma brecha muito grande para o início de uma nova sequência e no decorrer da história somos carregados de referências, sendo que nessa trilogia eles estão tentando fazer correções em sua linha temporal porém a FOX precisa trabalhar um pouco mais nisso, algo que até o momento não vem acontecendo.  A FOX parece nunca ter tido planos para criar um universo coerente da franquia ou pelo menos tentar parar de usar origens de personagens dentro de seus filmes: em todos temos personagens que não impressionam ou animam, salvo o recente Deadpool, o qual saiu perfeito graças a Ryan Reynolds e ao diretor Tim Miller; com um orçamento de 58 milhões de dólares, os mesmos souberam aproveitar cada personagem e principalmente um específico, que faz parte do universo do X-men: Colossus, que foi fielmente aproveitado e valorizado somente em Deadpool, algo que nunca aconteceu na franquia dos X-men.

xmen_apocalypse_3

Em resumo, se você quer ver algo digno de quem conhece os x-men, guarde seu dinheiro e assista em alguma plataforma online ou espere sair em Dvd/Blu-ray .Esse filme é tão ruim quanto o “X-men: O confronto Final” só que feito com mais dinheiro e mais efeitos especiais; a produção acrescenta quase nada no universo mutante, a não ser apresentar velhos personagens em sua versão mais nova; não vou negar que tanto Bryan Singer quanto os atuais atores parecem que tentaram fazer o seu melhor: Singer tentou remodelar os Mutantes, fez ótimas cenas de ação e os atores tentaram interpretar da melhor forma possível seus personagens, assim,o filme não é caso perdido por completo, tem seus momento bons que você vai lembrar por uns momentos e depois esquecer.

Vou deixá-los com frase dita pela Jean Grey ao sair de uma sessão de O Retorno de Jedi.

Pelo menos concordamos que o terceiro filme é sempre o pior” 

xmen_apocalypse_11_1

Nota do filme:

[yasr_overall_rating size=”medium”]

giphy

“Só lembrando de uma coisa muito importante: filmes são filmes, HQs são HQS, e Games São Games. Fazer uma adaptação é algo bastante complicado, nunca teremos algo 100% fiel, e as historias são feitas a para um publico em geral entender, e não para fãs; e opiniões são que nem digitais, cada um tem a sua; mesmo que sejam parecidas, nunca serão as mesmas.”

Não deixe de conferir uma outra crítica ao filme, com uma visão totalmente diferente dessa aqui, no link abaixo

http://cinemasim.com.br/x-men-apocalipse-critica/

Elenco: Alexandra Shipp, Ben Hardy, Evan Peters, Hugh Jackman, James McAvoy, Jennifer Lawrence, Joanne Boland, Josh Helman, Kodi Smit-McPhee, Lana Condor, Lucas Till, Michael Fassbender, Nicholas Hoult, Olivia Munn, Oscar Isaac, Sophie Turner, Tómas Lemarquis, Tye Sheridan.

Direção: Bryan Singer.
Roteiro: Bryan Singer, Dan Harris, Michael Dougherty, Simon Kinberg.
Produção: Lauren Shuler-Donner, Simon Kinberg.
Fotografia: Newton Thomas Sigel.
Montador: John Ottman.

Aproveite e deixe a sua opinião sobre X-Men: Apocalipse.