YOU | End Game!


Comecei me divertindo com ele. 

Joe (Penn Badgley) tem lá seu charme. Ou talvez, sejam os resquícios de Dan Humphrey de Gossip Girls. Ou ainda, as duas coisas.

A história foi se desenrolando pelo viés de somos todos uma mistura de atitudes “boas” e “ruins”, as críticas de modo irônico sobre exposição em redes sociais e o que elas revelam sobre cada um.

Solidão. Desejo por atenção. Ego. Pressupostos. Personagens.

Acreditamos no que queremos acreditar?

Mas aí vai ficando arrastado. E eu só queria que chegasse logo ao fim. Porém ainda estava no que, o 5º episódio de 10.

OMG!

Foco e esperança. Começou bem, não vamos desistir agora, neh?

Quem nunca?!

Surgem alguns momentos bons, mas nada de tão excitante que me faça ansiar pelo próximo episódio como algo intrigante. E essa Beck, oh céus, chatinha. Nada que me chamasse atenção na trilha sonora – que pena! – pra ajudar a seguir em frente. Umas belas tomadas aéreas de NY, cliché.

Por outro lado, assim como o protagonista exemplifica, as vezes é só colocar as peças certas que você convence. Acho que foi isso que aconteceu aqui. Tem os elementos certos. Porém no fim, fiquei com a sensação de que faltava algo ou que talvez estivesse tudo muito completinho, como devia ser.

Você me entende?! Ficou aquela sensação de que talvez tivessem mais a oferecer.

Crazy! Nós somos todos um bando de malucos. E Joe, houveram momentos em que eu até torci por você (crazy people alert! 😶😁), mas cara, esse fim, why?!

Claramente e oficialmente virá uma segunda temporada, que não sei se fiquei muito interessada em acompanhar…exceto por 🐰.

Mas e você aí, já assistiu? Gostou? Me conte mais sobre isso.

No Comment

Queremos saber o que você achou. Comente!